Hoje Ficas?

Hoje Ficas?
2 ARTIGOS 0 COMENTÁRIOS
Porquê uma descrição se pode ser um excerto duma crónica: (...) Não me assusta que não me dês o boa noite, que não tranques a porta ou que deixes o tampo da sanita para cima. Assusta-me que mudes os teus vícios e manias para que eu deixe de te ver. Para que eu deixe de te conseguir decifrar. De que me serve não conhecer os teus vícios se conheces os meus. De que me serve ser a mulher por quem os teus olhos não olham mais, se é o oposto disso que quero ser para sempre? Dá-me apenas o único para sempre possível que é o teu. Sem extras e sem favores. Dá-me a tua melhor colecção de instantes e deixa-me reinventá-la. Como quem reinventa um novo parágrafo ou um barco. (...) - in Agridoce, Hoje Ficas?

Agridoce.

Ter-te e não te ter é sinónimo de olhar para ti e vir-me o medo de que dum segundo para o outro mudes aquilo...

Prometo-te!!!

Amo olhar para ela. Simplesmente olhar.Mas amo especialmente quando a tenho deitada à minha beira, mesmo do meu lado, naquele seu estado mais angelical...

DESTAQUES