Viajante do Amor!

Estou agora só verificando se não esqueço nada. E olho para trás e vejo-te deitada na cama, ainda a dormir, pareces um anjo.

Lembras-te de quando nos conhecemos eu te ter dito que o meu jeito de ser enganava, que apesar de atencioso, simpático, de te fazer feliz e de te tratar bem, eu não era um tipo certo? Quando me perguntaste o porquê de eu não ser o tipo certo eu expliquei-te que não sou de ficar, que sou de paixões curtas e intensas (pois é, esta minha honestidade faz com que vocês, mulheres, acreditem ainda mais que sou um tipo certo, mesmo quando digo que não sou!). Apesar de tudo tu quiseste arriscar, mesmo sabendo que um dia eu iria embora sem avisar.

E estivemos juntos estes 3 meses. Foram 3 meses que nunca esquecerei. Tu tens sido mesmo impecável comigo, tens-me conseguido prender a ti como nunca ninguém conseguiu, tens-me feito sentir bem. Obrigado por tudo isto!

Mas agora eu estou saindo, quando eu fechar a porta não vou voltar. É que eu vivo com essa necessidade de ser herói e vilão, vivo da liberdade. Apesar de estar deixando de fazer parte da tua vida quis fazer algo para provar que foste mesmo especial. Deixei um ramo de flores no meu lado da cama e fiz-te uma chávena de café e torradas. E faço isto porque tu foste diferente de todas as outras. É por isso que te desejo o melhor, espero mesmo que encontres alguém que esteja à altura, alguém que te possa dar tudo e não seja um cobarde como eu. Tu também já sabias que isto ia acontecer, por isso peço-te que me esqueças rápido, que não penses muito nisto, guarda só como uma boa recordação e sê feliz.

E agora vou embora, deixo para trás mais uma paixão que não chegou a amor. E é como sempre: vou sem fotografias, sem cartas, sem número de telemóvel, sem nada que me possa querer fazer voltar para trás. Deixo as chaves em cima da mesa e volto sem rumo para a minha vida. Não sei para onde vou, mas sei pelo que luto: pela minha felicidade! Talvez um dia eu encontre a pessoa certa que me faça ficar… Até lá, vou continuar assim: um errante que passeia por este mundo de sentimentos, conhecendo pessoas e lugares novos…