A verdade nua e crua!

Vivemos em um mundo fantasioso, em um mundo regado à ilusão e nem sequer percebemos que só vemos o que queremos ver. É como em um grande filme ou uma grande peça teatral, levantamos cedo e vamos para o trabalho, faculdade ou escola, fazemos aquilo que nos desrespeita e não olhamos para a pessoa que passa ao nosso lado na rua, não ouvimos os gritos da vizinha, não damos ouvidos para a criança que pede ajuda, fingimos não ver a jovem sendo abusada… Não enxergamos as mulheres e crianças sendo traficadas e submissas ao trabalho escravo ou a prostituição.

E tudo isso se deve ao fato de pensarmos que essa realidade não existe ou está muito distante de nós, por imaginarmos que essas coisas acontecem somente em novelas ou filmes, mas isso não é verdade. Isso, é a imagem que essa sociedade dominadora e pútrida quer vender para que nós, inúteis mortais a compremos, o que fazemos sem pestanejar, sem questionar.

E sabe o que acontece quando fazemos isso? Quando maquiamos a realidade?
Crianças morrem por trabalhar excessivamente em lavouras clandestinas ou em fábricas clandestinas, isso quando não morrem por adquirir algum tipo de doença sexualmente transmissível ao serem estupradas diariamente. Mulheres violentadas todos os dias até não resistirem mais e serem mortas, pais sem suas filhas, meninas sendo estupradas dentro da própria casa, mulheres sendo agredidas e mortas por quem devia lhes dar amor, entre outras coisas mais que preferimos não ver.

Fechamos nossos olhos, aceitamos a nossa falsa realidade e acabamos nos tornando cúmplices de tais atrocidades, fingimos que tudo é um grande exagero de uma minoria extremista, até que isso aconteça com uma de suas ou de seus filhos, ou simplesmente até você ser a próxima vítima desses bandidos, desses assassinos ou assassinas, tanto faz. Deve estar querendo saber por que penso desta maneira, penso assim por que foi exatamente assim que aconteceu comigo. Nós precisamos nos tornar uma vitima para perceber que tudo isso sempre esteve bem ao lado da nossa casa e nós não percebemos, ou não queremos perceber.

Precisamos ser o alvo deles, precisamos ser mantidos em cativeiro, ser usados como brinquedo, ser tratados como vermes, para entender que estas situações são mesmo reais, que nada disso é coisa de novela ou de filme e que a realidade é ainda pior e mais triste do que imaginamos, se é que conseguimos imaginar.


PELA WEB

Loading...