Vai viver!

Sabes as histórias que lês e que querias que fossem tuas? Aquelas que querias ter vivido, aquelas que gostavas de recordar, que fizessem parte de ti? Não as queiras mais!

Todos os dias acrescentas mais páginas à tua história. Essa é a única história que realmente importa. É essa história que escreves sem dares por isso que vale a pena recordar, porque é tua, pertence-te.

Eu sei que é fácil deixares-te envolver pelo que ouves, pelo que vês, por aquilo que desejas para ti. Mas sabes que mais? Vais continuar a prestar atenção ao que te rodeia e vais deixar passar o que é teu. Vais viver as histórias dos outros, vais sorrir quando as personagens das histórias que vês sorrirem, vais ficar triste quando as vires chorar…

É tempo de parares, veres as tuas prioridades e investires na tua história. Vive-a! Não te deixes levar por esse ciclo vicioso que não te faz feliz. Talvez seja tempo de te afastares, de aumentares uma boa dose de egoísmo e olhares para ti. Estás sempre do lado dessas personagens, cansada e só. Sê egoísta, aposta em ti. Sai para a rua com o coração livre dessas amarras que não te movem, livra-te desse medo que alimentas e absorve o ar que não respiras.

Vai viver!