Uma carta para a depressão!!!

Hoje decidi escrever-te minha fiel companheira pois trago no peito tanta dor que não vi outra maneira.

Aos poucos foste apoderando-te de mim sem sequer pedires permissão mas hoje quero mostrar-te que isto não fica por aqui não.

Chegaste bem de mansinho, aproveitando-te das minhas fraquezas e tens-me levado os sorrisos e todas as minhas certezas.

Mas uma certeza me resta é que não pretendo deixar-te vencer pois tenho algo na vida que me faz querer viver.

Miserável que tu és que te apoderas dos outros para poderes sobreviver, porque só alguém tão fraco precisa de fazer mal aos outros como tu!

Quem sou eu?!

Porque estou ainda aqui?!

Porque não gosto mais de mim?!

Foi nisto que tu me tornaste, em alguém com tamanha dor que se sente miserável como tu seja como for.

Aos poucos vais roubando-me os sorrisos, porque és infeliz e não sabes sorrir, mas o motivo deles jamais os levarás porque são eles que não me fazem desistir.

Já não gosto de me olhar no espelho, porque não reconheço quem sou.

Já não suporto o dia porque o escuro até isso me roubou.

Quero estar longe do mundo, isolada até de mim e muitas vezes pergunto-me porque ainda não chegou o meu fim?!

Acordo por acordar e nem consigo dormir porque até no meu deitar tu não te esqueces de mim.

Maldita que tu és que me tornaste rancorosa, cheia de mágoas e de raiva.

Maldita que tu és que me roubas a ternura e a doçura do meu coração.

Maldita que tu és que me tornas incompreendida, pois a maior parte do mundo acha que tu “Maldita Depressão” és apenas uma desculpa de quem não sabe o que fazer da vida, dizem que “Depressão é excesso de Mimo”, porque tal como “Tu” essas pessoas ainda te conseguiram escapar e ainda não sentiram na pele como é difícil o teu tocar.

E os poucos que tentam nos compreender, que não nos julgam simplesmente não sabem como nos ajudar.

Maldita sejas “Tu” que tornas o meu caminho tão difícil, que tornas o meu dia-a-dia amargurado.

Maldita depressão que roubas até o meu sonhar.

Maldita sejas “Tu” por cada lágrima que me fazes chorar, mas “Bendita seja Eu” que ainda não desisti de lutar!

Espero que não te incomode toda a minha honestidade mas já que me acompanhas no caminho precisava que soubesses a verdade.

Aqui deixo um forte abraço a todos que “Tu” acompanhas e só desejo que tal como Eu eles não desistam da Vida porque temos sempre alguém que nos ama de verdade.

A Depressão até pode estar atrapalhar o nosso caminho mas ainda somos nós que temos o poder de escolher.

Maldita sejas tu Depressão que um dia irás morrer pois as mãos que hoje estão atadas um dia irão se fortalecer.

PORJoana Brito
Partilhar é cuidar!

RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...