Um novo jeito de amar

“Dias, meses, anos, estação por estação, e eu sei que você ainda tenta, que você fica tentando mais uma vez, querendo se redimir. Cavando esperança onde nem mesmo chegou a existir raiz. Se dando ao direito de achar que o elo entre vocês dois se rompa, assim, sem mais nem menos. Esse obscurantismo que você exerce dia após dia, sendo algo monólogo. Se alimentando de falsas expectativas. Mesmo você não querendo, você quer. Acha que pode, mas não pode.

Mesmo estando à beira do abismo, você da mais um passo, um passo a falso. Vai perceber um certo pasmo na expressão dos outros, e não, você não vai ligar para eles, só vai lembrar de vocês dois, mesmo que seja só você. Vai até o fim, sabendo que pra você é apenas o começo, e mesmo com tanta certeza, vai.

Eu sei que já tentou passar uma borracha em cima disso tudo, em cima de tudo que a atormenta, tudo que te deixa pra baixo. Não espero que você supere, apenas espero que siga outro caminho… outro caminho, não outro atalho, mesmo sem superar.

Não seja assim, é algo sem futuro, não se deixe levar,

te proponho um novo jeito de amar.


PELA WEB

Loading...