UM DIA AO TEU LADO

Acordei de manhã ainda meia sonolenta.

Abri os olhos lentamente e sorri…lá estavas tu, ali ao meu lado, o mais junto a mim possível. Com os braços em volta do meu corpo, não com medo de me veres fugir mas sim para teres a certeza de que estávamos juntos e que eu te pertencia.

Acordei-te com mil beijos suaves na face, só eu sei como tu adoras acordar assim…

Abraçaste-me com força e disseste.

– Bom dia amorzinho!

Sorri e beijamo-nos com toda a paixão que nos une, aquela que ninguém separa nem duvida que é verdadeira.

Depois de muitos mimos o resto da manhã, levantamo-nos e fomos cozinhar os dois.

Como é bom partilhar tudo contigo, como é bom ter-te sempre por perto em qualquer momento da minha vida.

Almoçamos em volta das nossas brincadeiras, risos, amor e muita felicidade.

E o resto do dia foi passado assim…sem planos nem preocupações, só eu e tu a fazer o que realmente nos faz felizes, estar nos braços um do outro.

Vens ter comigo com aquele sorriso que não engana ninguém.

– O que andas a tramar?

Perguntei-te desconfiada.

– Toma é para ti.

Disseste tu com o maior sorriso do mundo. Aquele sorriso. O teu sorriso amor.

É incrível como me enches de prendas mesmo sem existirem datas para esse efeito.

Como me fazes feliz com pequenas coisas que têm tanto significado.

Por mais pequeno que seja o gesto…vindo de ti torna-se o mundo.

Depois do jantar ainda fomos passear as cadelas…adoram sair e nós ficamos tão felizes de as ver assim não é?

Elas também fazem parte das nossas vidas, fazem parte de nós.

É quase como se fosse um plano em família…mentira, não é quase, é mesmo.

Chegámos a casa e ainda temos tempo para a nossa sessão de filmes noturnos.

É incrível a quantidade de vezes que deixas de olhar atentamente para o ecrã só para me dares aqueles beijinhos. Só para me fazeres sorrir e suspirar por ti.

Os minutos passam e é provável que eu adormeça…não porque não esteja a gostar do filme, mas sim porque me sinto demasiado leve e protegida nos teus braços. Dão-me calor e felicidade. Acabo por adormecer como um anjinho…

Pegas em mim ao colo e levas-me para o quarto.

Depois de me pousares delicadamente na cama deitas-te ao meu lado.

Acordo por breves segundos só para me aninhar nos teus braços e sentir o calor do teu corpo. Dás-me um beijo na testa e dizes baixinho.

– Amo-te meu amor, para sempre, dorme bem.

Como é maravilhoso uma vida a dois, como é simples e lindo cada segundo passado ao teu lado.

Não preciso de mais nada…

E só peço que a vida não seja demasiado curta para poder partilhar contigo dias infinitos como estes. Seja como for, um dia de cada vez fazem de mim a mulher mais feliz e apaixonada do mundo. E isso já ninguém me tira. Amo-te.

PORSara Cibrão
Partilhar é cuidar!