Um brinde amizade!!!

Começo assim: “Deus criou a amizade porque sabia que nem todos teríamos sorte ao amor” – concordo.

“Que tal um passeio à beira mar?” Alinho. “E uma corrida logo ao fim da tarde?” Por mim tudo bem. “Eih, sabes aquela festa que vai toda a gente? Vamos?” Já deviamos lá estar.
“Não me sinto bem, será que dá para passares aqui?” Estou a caminho. “Não me apetece sair, desculpa.” Não não desculpo, vamos sair sim senhora. “Voltei ao mesmo, não aprendo.” Calma baby, com a minha ajuda tudo se vai resolver. “Ele não gosta de mim.” LOL, ele só pode ser gay.

Trouxe-vos alguém à memória? Tenho a certeza que sim. Tal como a mim também. Haverá motivo de maior felicidade do que uma mesa apenas com cinco cadeiras, onde nelas estão sentados cinco bons amigos a conversar sobre tudo e ao mesmo tempo sobre nada… Amizade é aquele passeio de domingo à tarde que tinha tudo para ser igual a tantos outros e no final se revelou uma enorme surpresa. Bons amigos contam-se pelos dedos de uma só mão. Mas mesmo que muitas vezes sejam poucos os que estão à nossa volta, chegam para carregar a nossa boca do mais belo sorriso possível.

Nenhum de nós é excepção, todos nós só acordamos com vontade de não levantar da cama e tivemos aquela pessoa que não nos deixou lá ficar porque sabia que não era o melhor para nós. Todos nós já choramos em publico e tivemos aquele amigo que nos limpou as lágrimas para que ninguém notasse. Todos nós já deixamos para trás algumas coisas para não deixarmos o nosso amigo sozinho na hora em que ele mais precisava de nós. Pois, é natural, é exatamente isso que um verdadeiro amigo faz. Toma as nossas dores como sendo dele também, cura as nossas feridas mesmo sabendo que iremos voltar a tropeçar na mesma pedra umas mil vezes ainda. Dizem-nos coisas que sabem que não vamos ouvir e dão-nos conselhos que sabem que nunca iremos seguir. Fazem-no para o nosso bem. E nós fazemo-lo da mesma forma para o bem deles.

Amizade para mim, é o encanto daquela flor arrancada do jardim e entregue na hora à pessoa só para lhe arrancar-mos um sorriso. Amizade é a cura de tantas dores. É chorar quando se tem vontade e sorrir da forma mais sincera do mundo. É dar-mos tudo de nós sem esperar receber nada em troca, e receber tudo o que teem para nos dar mesmo sabendo que não temos forma como pagar. (…)

Mudando agora totalmente a perspectiva, imagina a vida sem amigos. Tu, novamente sentado naquela mesa, com cinco cadeiras, mas desta vez todas elas vazias. (…) Tu, a precisares de uma daqueles conselhos que sabes que nunca irás seguir, mas que é tudo o que precisas de ouvir naquele momento e não teres ninguém que tu dê. Faria sentido para ti ? Pois. Para mim também não. Pois não faz sentido viver uma vida sem ter ninguém com quem partilhar os bons e maus momentos. Não faz sentido sermos loucos sozinhos.

Precisamos de alguém que partilhe connosco a loucura, que corra riscos ao nosso lado. Que guarde os nossos segredos, que não nos julgue pelos erros, que nos dê alegria, que partilhe connosco um copo de sangria. Que vá connosco vem o mar, mesmo sabendo que isso nos fará chorar. Que nos obrigue a desistir quando não há motivos para continuar. Que encha o copo dela, mas que quando olha para a garrafa e vê que está vazia, que vire metade do dela para o nosso. Que nos dê razão quando a temos e ao mesmo tempo que nos encha os ouvidos com discursos longos quando a perdemos.

Proponho que na amizade não haja dupla personalidade, que não haja motivos menos transparentes nem meias frases sem sentido. Que não haja sorriso falso nem olhar cínico. Que não haja inveja daquilo que não temos e que o outro tem. Que haja apenas bons motivos para se ser um bom amigo.

“Ela é o que a ti? Irmã. De sangue? Não mas se ela precisar do meu sangue eu dou”.

Agora sim proponho um brinde amizade, brindas connosco ? Claro que sim 😉
Então que assim seja, “UM BRINDE AMIZADE”. :)


PELA WEB

Loading...