Tua agenda…

A agenda dela deve ser recheada de reuniões importantíssimas, ao menos é o que parece. Marcar alguma coisa com ela é como estrelar no filme Missão Impossível. Pena eu não ser o Tom Cruise. Desconfio que nem o presidente dos Estados Unidos seja tão inacessível. Ou quem sabe ela apenas valoriza o tempo que tem e com quem deseja apreciá-lo. Ela estuda, trabalha e de alguma maneira arranja tempo para nos vermos. Na agenda dela deve constar meu nome e o tempo a minha disposição. O problema é a frequência com que nos vemos, ou quantidade de minutos que tenho ao lado dela. Nunca é o bastante – acho que nunca será. Deve ser por isso que abraço ela e solto apenas quando nos despedimos. Me despedir dela não deveria ser uma opção. Aliás, o abraço dela é… Não sei explicar. Só queria viver entre aqueles braços.

Tenho vontade de dizer pra ela:
– Não vai a essa aula. Fica aqui comigo. Entra. Te apresento meu pai, minha mãe, meu cachorro, o gato, o peixe. Minha vida. Entra. Assistimos Friends e ficamos na duvida de qual é nosso personagem favorito: Joey ou Rachel? – te prefiro como protagonista na minha vida. Ou podemos assistir teu seriado preferido. Será um desafio manter atenção no seriado, te confesso que tu és muito mais atraente e interessante, prometo tentar. Entra. Encomendamos pizza ou fazemos brigadeiro de panela. Entra. Discutimos qualquer coisa enquanto me perco na imensidão dos teus olhos, nos encantos da tua boca. Entra. Juro me segurar pra não te fazer cócegas – mas é que adoro o som da tua risada, teu sorriso e como preciso te abraçar pra não te deixar cair. Entra de vez e não sai mais da minha vida.

Mas não digo nada disso. Me despeço dela com um abraço apertado, um beijo e desejo boa aula. E com a estranha sensação de que não a verei tão cedo.

Entra, se atrasa um pouco pra vida, mas arranja tempo pra nossa, vida. Me torna muito mais do que um horário na tua agenda. Me torna rotina na tua vida.


PELA WEB

Loading...