Toquei-me

Tenho pena que te tenhas esquecido do sorriso que te proporcionava, da adrenalina das nossas loucuras, dos meus beijos, da pessoa que sou, do que fomos, do que dissemos, do que fizemos, do que prometemos, de tudo o que vivemos, era até ao fim do mundo e incondicionalmente, lembras-te?

Lamento que não te recordes mais da mulher incrível que sempre admiras-te, que sempre poses-te em cima de um pedestal, a mulher que lutou até depois das forças se esgotarem, a que fazia tudo por ti e de quem tinhas o maior orgulho! Se tu soubesses as noites que chorei enquanto te divertias, enquanto procuravas outras mulheres e te envolvias com a primeira que te desse o passe de entrada. Os dias que passei a lamentar-me por teres deixado de ser o homem por quem me apaixonei perdidamente e com quem passei a fase mais incrível da minha vida! Não sabes o quanto doía ver-te seguir em frente sem olhares para trás! E também não tens noção todo mal que me causas-te, quando vinhas com novas promessas, novas ilusões e ficavas comigo por uns dias. Nem do quanto me custava ver-te com outras com o maior sorriso e fazias questão de esfregar isso na minha cara.

Já passaram meses, ainda continuo a pensar ti antes de dormir, a tentar lembrar-me do bem que já me fizeste, para que não te odeie! E no quanto é injusto teres tratado assim a mulher que mais te conheceu, mais se dedicou, mais aturou os teus dramas e manias, que esteve ao teu lado mesmo só quando a magoavas. Apesar de tudo continuava amar e a defender-te, quando todos só me faziam ver o monstro em que te tornas-te. Até a mim conseguiste transformar-me num monstro de dúvidas e inseguranças, não que eu, não saiba o que valho ou que me ache menos que essas morceguinhas de noites fáceis, mas por nunca ter deixado de acreditar no nosso amor e por não entender o porquê de tentares continuar ferir-me e a dar-me certa importância, mas de onde vem a tua revolta? Talvez venha do sítio onde tentas ser feliz como foste e não consegues mais… Só sei que não sei…

Já que ter-te é impossível, já que voltar a ver em ti o homem mais maravilhoso que tinha conhecido é ainda mais improvável, gostava de pelo menos sentir-me em paz contigo! Passar-te ao lado ou em frente poder dizer-te olá, como dois conhecidos que já foram muito próximos e não como dois perfeitos desconhecidos e idiotas que se odeiam e não se podem nem ver! Até isso eu tentei dizer-te. Foi a minha última tentativa de matar a nossa história e colocar uma bandeira de paz e não de pistola sempre apontada, mas até isso tu rejeitas-te e não perdes-te mais uma oportunidade para me magoar: “a melhor coisa que tiro da nossa relação foi ter batido com a cabeça na parede e ter ficado longe de ti”, “eu estou em paz e a viver a melhor fase da minha vida”, sempre que me lembro destas palavras é como se se destruísse mais uma parte de mim e é isso que faço cada vez que tento chamar-te à razão, auto-destruo-me. Não sei qual é o teu conceito de felicidade mas se passa por dormires com 5 mulheres diferentes na mesma semana, não só és pequenino como perdes-te todos os teus valores.

Sabes? Agora desejo mesmo que continues na tua vida, “perfeita” sendo o menino “perfeito” que pensas ser e prometo não mais voltar a pensar que te amo ou que alguma vez foste o homem que sempre sonhei para mim! Como querias, TOQUEI-ME! “O homem que uma mulher tem é o reflexo do valor que ela dá a si mesma”.

Beijos herói perfeito

PORVânia Costa
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...