Toda A Verdade Sobre Os Casamentos De Hoje Em Dia!!

Não sei o que se passa.

Mas 5 amigos meus vão casar este ano. Há vários anos, décadas mesmo, que não vou a nenhum e de repente, em 365 dias, vou estar presente em 5. Num como padrinho, em 4 como pessoa que bebe em excesso.

A verdade é que a noção de “casamento” está a mudar. Durante décadas foi um evento de proporções enormes em que duas pessoas gastavam uma pipa de massa e ficavam juntas para sempre (hipoteticamente, claro). Um casamento hoje em dia é, e deve ser, um evento low cost, divertido, descomprometido, sem rótulos ou rituais do antigamente. Sem vestidos brancos e cascatas de camarão. Com blazers, calças de ganga e frango assado no espeto.

O casamento passou, finalmente, a ser para os noivos. Dantes era um grito de: “sociedade, olha lá estes dois a juntarem-se para sempre!”. Agora é mais um sussurro de: “estes dois vão dar o nó, junta-te à celebração se gostas deles”. E ainda bem. Mas as mudanças não ficam por aqui.

Se antigamente a monogamia era um contrato entre pessoas que se viam nuas com frequência, hoje em dia a verdadeira intimidade é conseguida de forma diferente. Não é conseguida pelo sexo. Não é conseguida pela troca de confidências. Nem sequer é conseguida por empréstimos bancários em conjunto (como isso correu bem, hein?). Hoje em dia, a intimidade de um casal é medida pelas séries de televisão. Eu explico.

De todas as actividades que os casais modernos praticam em conjunto, ver séries em conjunto é sim o verdadeiro contrato que não pode ser quebrado. Nesse contrato estão promessas, abstinências, dedicação. “Podes-me trair com a badalhoca do teu emprego que eu perdoo-te… mas ai de ti se vês o último How i Met Your Mother sem mim! Não quero spoilers!”.

Numa era em que a tecnologia aumenta tudo o que é pequeno, são as ínfimas coisas que definem uma relação. O acto de acompanhar uma série em conjunto é, para os casais modernos, a verdadeira base de construção de uma relação. A verdadeira forma de compromisso.

Portanto, se me perguntarem se um dia quero casar… quero. Tudo vai depender tanto da pessoa como das séries que tiver para ver na altura.

O Guilherme Fonseca é um humorista, pertencente ao grupo Saia Na Saída. Durante as próximas semanas, os 3 membros do grupo vão alternadamente postar crónicas humorísticas sobre as suas relações. Esperam-se gargalhadas, lágrimas e um aumento do consumo de barras de chocolate Milka… daquelas com a bolacha por dentro!

Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...