Toda a gente comete erros…

Errei muito na vida, embora a minha ainda seja curta. Errei mais vezes do que eu posso contar e houve erros que cometi centenas de vezes só para me certificar que realmente eram erros! Sofri por cabeça minha por vezes, noutras nem tanto. Estive no chão, onde fui gozada e calcada diversas vezes mas, estou de pé!

Erros. Uma pequena palavra que nos remete a mil e uma lembranças. Uma palavra que nos faz chorar até ficar sem fôlego. Todos nós já erramos na vida, é inevitável não fazê-lo. Por muito que se repita os erros, sempre achamos que estamos certos e que desta vez é diferente porque, a esperança é a última a morrer e nós seres humanos temos muita esperança.

Não me arrependo dos erros que cometi e ninguém o deve fazer. Pensem bem o que hoje não saberiam se não tivessem cometido os vossos erros. Mesmo que a dor não compense a lição de vida, é mais uma de tantas outras que iremos aprender. Se eu não tivesse errado não era a pessoa forte que sou hoje. Pensem nos erros como uma bênção e não como a pior coisa do mundo porque eles de facto magoam e doem muito mas trazem coisas boas, a nossa força e as nossas lições de vida, trazem experiência.

Sempre que pensarem nos erros que cometeram porque isso acontece imensas vezes, faz parte de ser humano, pensem da seguinte forma, “Se eu não tivesse errado eu…” e completem a frase com algo positivo. E sempre que estiveram a pensar que os erros foram horríveis e que magoaram e ainda doem, relembrem a parte boa deles, porque se eu não tivesse errado não tinha coragem para me levantar todos os dias de manhã.

PORDaniela Pereira
Partilhar é cuidar!