“The One That Got Away”

Ontem sonhei contigo, um sonho normalíssimo em que tu aparecias.. algo que por si só nunca passaria de um sonho visto que a nossa história há muito teve o seu final.

Anteontem sonhei com a pessoa responsável por tudo o que eu sentia por ti, ter desaparecido.

A diferença foi que contigo não me custou quando acordei e ver que tinha sido apenas o subconsciente a pregar uma partida.. Mas quando acordei do sonho com ele, algo cá dentro doeu, aquela pequena dor que nos assombra o resto do dia, pela revolta que sinto, por saber que foi por um erro meu que já não estou com ele.

Quantas vezes quiseste mudar apenas 2 minutos da tua vida para tomar uma decisão diferente? Para pensares 2 vezes se o que estavas a fazer seria o mais acertado.. Eu não usei esses 2 minutos, não pensei, não refleti, apenas agi quando não o devia ter feito e provavelmente vai ser um dos arrependimentos que me vai acompanhar por muito tempo, ele vai ser sempre “the one that got away”. Sabia tão bem como ele era e mesmo assim fui crente.

Conformei-me com a definitiva ausência dele da minha vida, ainda que os nossos olhares não se queiram ausentar, mas o seu orgulho ferido falou mais alto, e contra ele eu não posso nem tenho qualquer poder sobre. Ele vai ser sempre uma paixão louca e translúcida que tive, aquela sintonia e tremer de corpos mesmo sem se tocarem, a fome de duas bocas se devorarem, o desejo de sentir o cheiro da pele dele que provocava uma ardência carente em mim…

Eram dois minutos para que o futuro tivesse sido diferente, para que eu ainda o tivesse nas noites quentes e secas de verão e naquelas noites frias e húmidas do inverno.

PORRitaysa
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...