Tentei ser normal…

Tentei ser normal, juro por tudo que tentei. Tentei agradar-te, juro por tudo que tentei.
Tentei bater o impossível, tentei mesmo, ser o impossível.

Tentei tudo e de nada me valeu, todas as tentativas e em todas fracassei, errei na cor dos teus olhos, disse serem da cor de uma esmeralda amedrontada quando confrontada com a perdição, errei.

Errei no formato do teu sorriso, errei, disse ser da forma do mundo, disse que em cada dente escondias uma expressão que terias medo de expressar, e tinhas, montes de dentes, toneladas de sensações envergonhadas. Não tinhas quase nada e escondias quase tudo.

Testavas o meu limite e sempre que o testavas o meu coração parecia um copo de água confrontando um maremoto de ideais, expressões, sonhos e sonhos, montes de sonhos, sonhos atrás de sonhos, sonhos contigo, sonhos comigo, sonhos de eu e tu e um barco, um lindo barco, um barco sem ancora navegando em alto mar.

PORDiogo Sousa
Partilhar é cuidar!