O tempo passa e tu deixas passar!

Passamos o tempo a tentar encontrar todas as respostas

Passamos o tempo a tentar resolver o passado

E depois o tempo passa e deixa-te uma dor de costas

E depois o tempo passa sem sequer deixar recado.

Passamos o dia à espera que chegue a noite

Passamos os minutos à espera que passem as horas

E depois o dia passa e a noite passa também

E depois as horas passam e tu sem passares por ninguém.

Passamos a dor pelo sorriso à espera de a resolver

Passamos a solidão pela companhia na esperança de sobreviver

E depois o sorriso passa e tu continuas a morrer

E depois a companhia vai e tu vives sem perceber.

Passamos para o outro lado da rua para não tropeçar

Passamos por um jardim para a beleza admirar

E depois a rua é estreita e não sabes como passar

E depois o jardim seca porque não o soubeste regar.

Passamos a vida com medo da morte e ela chega sem avisar

Passamos a viver no passado sem o presente alcançar

E depois a vida passa e morreste sem festejar

E depois o presente passa e não o soubeste valorizar.

Passamos a vida a preparar um futuro que será sempre incerto

Passamos o tempo a chorar do que nos fez sofrer

E depois a vida passa e percebes que nada é certo

E depois a vida passa e tu sem realmente viver.

Passamos só por passar os caminhos desta vida

Passamos sem aceitar que o tempo ninguém o controla

E depois ficas sem rumo e abres mais uma ferida

E depois a vida passou por ti e não te deixou nem esmola.

PORJoana Brito
Partilhar é cuidar!