Sufocas-me, com tanto por dizer…

"Sufocas-me, assim mesmo, sem estares ao pé de mim, sem me tocares, sem me beijares… sem nada, por não fazeres absolutamente nada, sufocas-me."

Sufocas-me, assim mesmo, sem estares ao pé de mim, sem me tocares, sem me beijares… sem nada, por não fazeres absolutamente nada, sufocas-me.

Fazes-me rir, mesmo quando não dizes nada de engraçado, mas sabes sempre como fazê-lo (mesmo quando tento esconder), sabes como chegar a mim, mesmo que não dês por ti.

Fazes-me falar e escrever horas a fio e, de mil coisas, nenhuma tem algo do que eu gostaria de te dizer de verdade, pois já o disse vezes sem conta.


Será que ainda existem palavras para dizer tudo aquilo que já sabes? O que sinto, o que és, o que gosto e o que não gosto… só não sabes o que eu gostaria de ser para ti ou o que eu gostaria que tu me dissesses.

Para mim esgotaram-se as palavras e tu, com tanto por dizer…


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...