Stop Bullying!

Bullying é a prática de actos violentos, intencionais e repetidos, contra uma pessoa indefesa, que podem causar danos físicos e psicológicos às vítimas.

O bullying geralmente é feito contra alguém que não consegue se defender ou entender os motivos que levam a tais agressões. Normalmente, a vítima teme os agressores, seja por causa da sua aparente superioridade física ou pela intimidação e influência que exercem sobre o meio social em que a pessoa está inserida. Pode ser praticado em qualquer ambiente, como na rua, na escola, na igreja, em clubes, no trabalho.

Quem o pratica sabe bem e tem consciência do mal que faz, podem é não ter a noção real dos danos que pode causar a outra pessoa, seja corporal ou psicologicamente, hoje ou futuramente, o bullying destrói vidas, destrói as vidas de todas as vítimas seja de que maneira for, e isso não tem perdão nem desculpa possível.

Cada um é como é, alto, baixo, gordo, magro, mais inteligente, menos inteligente, heterossexual, homossexual, mais rico, menos rico, loiro ou moreno… não interessa, cada um é como é, ninguém é melhor do que ninguém, e todos temos direito a vida, ninguém merece ter de passar por isto, nem de viver num medo constante.

Muitos culpam os pais dos agressores, e alguns ate têm mesmo culpa, há pais e pais, educações e educações,  muitos não sabem ser pais, não sabem ensinar aos filhos o valor da vida, impor respeito e bons valores, não sabem dizer-lhes NÃO na hora certa, de dar umas boas palmadas, chapadas e uns bons castigos para aprenderem a ser gente e pessoas como devem ser, muitos pais também andam demasiado ocupados com os seus trabalhos, preocupados em arranjar dinheiro para conseguir criar os filhos sem que nada lhes falte, que não se apercebem que por vezes eles não estão a entrar num bom caminho, e que têm  demasiado tempo livre, muitos deles na realidade nem sabem nem imaginam sequer os filhos que têm, a culpa por vezes também é dos programas de televisão, series e até novelas que optam por mostrar cenas de violência entre jovens, para que eles talvez pensem, e vejam como é a realidade e para mostrar o que não devem fazer, mas a verdade é que na maioria dos casos tem o efeito oposto e os adolescentes decidem escolher o caminho errado.

Mas ninguém os obriga a nada, eles, alguns desses jovens, desses filhos e cidadãos é que decidem sozinhos sair da linha e armarem-se em grandes, em superiores, em maduros, acham-se melhores do que todos e no fundo não valem nada e não são nada, não passam de crianças mimadas, mal formadas, sem escrúpulos, precisam de atenção para se sentirem mais fortes e mais corajosos porque se tivessem sozinhos nem um dedo levantavam e nada faziam.

Eu sei o que é o bullying, eu também já passei e vi amigos passarem por isso, e sei que não é fácil, sei que deixa marcas para sempre, que desde que isso acontece as pessoas nunca mais voltam a ser as mesmas, a vida nunca mais volta a ser a mesma, o medo fica para sempre e é constante, hoje ainda me cruzo com essas pessoas do passado, sei quem elas são e o que fizeram, nunca me esqueci nem nunca me vou esquecer.

Hoje sei que vale a pena dizer o que se passa, queixar-se seja a quem for, onde for, é o melhor a fazer sempre, o medo pode ser muito, mas é o melhor que temos a fazer para sair daquela situação, daquele buraco e tirar os olhos do chão.

Hoje só tenho de dizer a esses jovens super crescidos e maduros que cresçam, mas que cresçam a serio em tamanho e personalidade, que ganhem juízo e responsabilidade, e parem de se armar em rambos, pensem realmente no que estão a fazer, no que podem causar e das vidas que vão destruir, pensem se vale mesmo a pena destruírem as vossas vidas e arranjarem problemas dos grandes a vocês e a quem vos cria por alguns momentos de “diversão” e gozo, acham que é com crueldades destas que vão mostrar ser mais adultos? Não me parece, muito pelo contrário, só prova que ainda precisam de crescer e que ainda têm muito que aprender. Ponham-se no lugar de quem sofre, e reflictam se também gostavam que alguém vos fizesse o mesmo. Lembrem-se o bullying pode matar, e acham que nenhum de vocês quer ser responsável por uma morte, vocês deviam ter vergonha e nojo do que fazem, só mostram e provam que não valem nada, e que não são nada, até podiam estar pintados de ouro, que não vão valer mais do que ninguém.

A todos os que sofrem, e que são vitimais só vos tenho a dizer que vos percebo e compreendo, sei que todos temos a necessidade de sermos aceites num grupo ou numa sociedade, mas não é desta forma, não é a aceitarmos e a sujeitar-nos a isto que tudo vai melhorar, muito pelo contrario eles nunca vos vão aceitar, eles nunca vão ser realmente vossos amigos e se ainda poderem e conseguirem ainda vão fazer a vossa vida num inferno, por isso só vos tenho a pedir que mudem de amigos e que não se calem nunca, denunciem quem têm de denunciar, não se deixem amedrontar, o medo não pode ser mais forte que as vossas próprias vidas e a vossa felicidade, vocês não são menos, nem mais fracos que ninguém, vão ser sim mais corajosos se contarem o que se passa.

Aos pais, a todos os pais só tenho de pedir para estarem mais atentos, para terem mais atenção, controlo e mão nos vossos filhos, violência nunca leva a nada, mas umas boas palmadas nunca fez mal a ninguém, e pensem que ás vezes pode não estar tudo assim tão bem como parece.

O problema não está só neste caso, ou na Figueira da Foz, isto, o bullying, esta violência gratuita e este desrespeito pela vida humana acontece em todo o lado e em todos os países, até nas melhores escolas, ruas, bairros e parques. Se eles não o fazem dentro das escolas fazem na rua, e o pior é que estes casos já parecem normais, e ninguém se lembra que isto é um reflexo da sociedade em que vivemos.

A nossa e a sociedade de todo o mundo tem de mudar, nós todos temos de mudar, temos de prestar mais atenção pelas coisas que se mostram, que se dizem, e principalmente que se fazem, temos de agir mais, parar com esta onda de passividade e injustiça, não podemos nem devemos deixar que estas situações de violência gratuita e desrespeito pela vida humana voltem a acontecer. Basta e chega desta impunidade e injustiça, isto é uma vergonha, um nojo, é simplesmente vergonhoso e inaceitável para a sociedade que criamos e vivemos.

A nossa sociedade só tenho de pedir para parar, pensar, reflectir, mudar, e agir, tem de começar a existir uma justiça mais “pesada” nestes casos, para que não se voltem a repetir, temos de criar melhores exemplos a seguir, já chega de bullying e de violência gratuita, este é um dos actos de maior cobardia que pode existir, e algo que temos de punir, por isso que se faça justiça já e agora!


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...