Sou um cacto …

Sou um cacto …
Envolto em picos para me proteger .
Já sofri , agora sofro …
Mas no futuro não quero mais sofrer.

Por isso agora arranjei maneira,
Para do mundo me poder defender
Aproximam-se mas depressa fogem
O meu interior ninguém consegue ver.Aparento ser uma flor do deserto
que até a chuva resolveu afastar
mas no fundo sou uma flor de estufa
que a felicidade deseja alcançar.

Não fujas mais de mim
Aproxima-te vem-me conquistar
Ajuda-me a destruir esses espinhos
Basta que comigo queiras estar.

O coração está magoado mas ainda bate
E muito tímido tenta disfarçar .
Por detrás desta aparência de cacto
Há uma flor que quer despontar.