Solteira… Com orgulho

Eu sei que não estou preparada para amar portanto é escusado me dizerem aí é tal porque estás solteira? Reparo que pessoas próximas saem de uma relação e passado dias já se ama outra pessoa já se está numa relação nova como se a antiga nunca tivesse existido.

Desculpem se feriu alguma expectativa em relação a mim e ao meu estado civil. Não sou de modas e não me meto numa relação só porque é giro ter alguém a me ligar e mandar mensagens constantes com coisas fofas e a me chamar de linda e tal, não uso ninguém para esquecer ou para me valorizar.

Isso de deixamos de namorar, deixamos de nos conhecer, não consigo esquecer e fingir que não aconteceu, porque se pensarmos bem um namorado deveria ser acima de tudo um melhor amigo, pelos menos falo por experiência própria e portanto não sei como fingir que esqueci ou esquecer da importância desse pessoa em quem eu sou. E juro que me faz certa confusão ver  gente que o consegue. Sem julgamentos apenas me faz confusão.

E outra coisa que também não consigo entender como se consegue falar mal, odiar e mesmo distorcer a outra pessoa. Não a amaste a um ponto, ela não foi tudo o que querias um dia? Por mais mal que a relação tenha terminado apenas não acho justo um ou outro falarem mal.

Esta minha vertente até pode parecer fria e distante da realidade. Mas acredito que tudo precisa de um tempo e que nada acontece por acaso. Gosto de usar este meu tempo de solteira para me mimar, aproveitar a minha companhia, conhecer-me melhor e conseguir me tornar uma melhor pessoa.

Não conseguiria entrar numa relação sabendo que amo outra pessoa, apreço muito a genuinidade e não me engano a mim muito menos meterei outra pessoa ao barulho. Também não estou de mente e coração fechado… Não sei o meu dia de amanhã e se me apaixonar que seja, não tenho medo…

Que tudo na nossa vida nos sirva para ser felizes e crescer da melhor maneira. Magoarmos-nos é algo inevitável, até os que te amam te magoam e tu a eles, é algo que não podemos separar das relações. Apenas temos de saber quando vale a pena ultrapassar os obstáculos em vez de virar as costas e ir embora.

Eu sou uma pessoa de não virar costas, sou muito de ficar e lutar, para mim sempre vale a pena, as pessoas podem sempre melhorar e querer melhor, talvez seja por aí que me magoou mais do que necessário.

Eu luto até ao último suspiro, mas meu amor eu não luto sozinha, teve vezes que o fiz mas aí sim não há solução, ninguém consegue enfrentar uma maré sozinho. Mas não sou parva nenhuma, já deixei pessoas ir, já me deixaram ir… São as relações humanas, cada um com a sua decisão mas que esteja sempre nas nossas consciências o que deixamos ir, por mais que queiramos não volta e se voltar nunca será o mesmo… O que nos faz crescer mais do que tudo é o sofrimento, nós ensinamos e aprendemos a ser distantes.

Na mente está sempre presente, ser melhor que ontem, amar, ser sincero comigo própria e que um amor nunca mas nunca vai substituir outro. Há várias relações durante um vida mas nenhuma será igual.

Sejamos intensos, sejamos amor e apenas amor. Não sufoquem em sentimentos, digam, digam em voz alta o que sentem, sem medos. Tudo acontece porque tem de acontecer…