Sobre aquela saudade…

As vezes é inevitável sentir sua falta.
Ao longo do dia vivo dois tipos de momentos. Os momentos ruins que me fazem sentir falta de como você me dava a sensação de proteção. A sensação de que eu não estava sozinha no mundo, que sempre teria um ombro amigo e uma mão pra me levantar do fundo do poço. De ter aquele amor que só você sabia me dar.

E tem os momentos bons. Nesses sim, não tem como não te imaginar. Você sempre teve a alegria que eu nunca consegui demonstrar, com aquele seu jeito infantil e animado com cada coisa pequena.

Os momentos bons tem o brilho dos seus olhos e eu preciso registar em algum lugar que você deveria ter esse brilho sempre, porque é o brilho mais lindo que eu já vi.
Eu gosto disso, porque lembrar de você nos momentos bons me deixa mais feliz ainda. É difícil explicar, com você tudo sempre foi confuso demais. Acho que isso aconteceu, porque eu era uma linha reta e você foi a minha curva. Fizemos várias curvas e eu continuo fazendo e voltando para nós.

E apesar de tantos cacos das coisas que quebramos ao nosso redor, eu ainda estou aqui desejando sua felicidade. Daquele meu jeito estranho, mas tentando melhorar a cada dia que passa…

PORKaren Moura
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...