Sigo em frente…

Não sei se é dor,
Não sei se é alívio,
Algo estranho se passa, a força dentro de mim diz-me “não desistas”.
Eu ouço, tento não desistir; principalmente de mim próprio.

Ouço muitas opiniões, muitas frases bonitas, porém, as atitudes faltam.
Atitudes de um simples “Estou aqui para o que precisares”.

Decidiste deixar-me, foram alguns anos de altas e baixos, baixos que me ensinaram a avançar
independentemente das situações. Guardo tudo o que vivi contigo, porém, o passado é passado,
tento viver um presente diferente, de novas conquistas, novas amizades, novos desafios.

Comecei a preocupar-me só comigo. Egoísmo? Talvez um pouco. Passei a cuidar de mim!
Sou sincero, um dia vou-te agradecer. A vida são dois dias, estamos no segundo… e este está a terminar.

Decidi levar à letra a frase tão conhecida “CARPE DIEM”.
Tenho aproveitado tanto os meus dias, que começo a ter Ciúmes de mim próprio.
Saudades tuas…? Sinto, muitas.
As palavras o vento leva-as as atitudes ficam para quem as quer praticar.
Não tentes, agora, ocupar um espaço que já te pertenceu. Esse lugar está a ser limpo,
para que, num futuro, breve ou longínquo, seja novamente ocupado, não por qualquer pessoa,
mas por alguém especial que vai ocupar um lugar eterno meu meu reino.

Não vou tentar consertar algo que já não existe, vou construir algo novo para permanecer, esse sim, eterno.

Obrigada por tudo. Sigo em frente, não porque tu decidiste, mas porque eu desejo.

PORLucky
Partilhar é cuidar!