Seria amor?

Uma coisa que aprendi com a vida, quanto mais lhe dás, mais ela te tira…!

Assim é o amor… Começa pelas horas de sono, depois pelo sorriso, tira-te a identidade, a alegria de viver, os objectivos, os ideais, o teu ser… Deixas de viver para ti, de pensar por ti e de sentir por ti.

Começas a viver para outro, e por outro… Por ele existes e para ele existes, cada mês, cada semana, cada dia, cada hora, cada minuto e cada segundo… E vives nessa agonia nessa paixão, sempre… Os dias sucedem-se, os meses… abdicas de ti, abdicas de viver e um dia, um dia tiram-te o tapete… o chão.

Fechas-te, congelas, vives destruída, arrependida e só perguntas porquê?!
Pois a resposta é simples, não existe a metade da laranja ou a metade do limão, existem almas gémeas… E ou vocês o são, ou não… O mundo não é como a Disney nos fez sonhar que ele seria… Podes ir na rua e tropeçar na felicidade ou podes passar, ano após ano a cair na tristeza…! As coisas são mesmo assim…

Vais ver casais de mãos dadas a contemplar o pôr-do-sol e vais invejá-los… Vais ver juras de amor em aeroportos, talvez até mais sinceras que as que verás nas igrejas… e sonharás no dia em que alguém te jurará amor eterno, te surpreenderá com um poema num guardanapo de papel ou um beijo sincero atrás da orelha… A verdade é que o que é teu será… Não chores, não sofras, não implores por amor! Ele é puro, livre e se vier por obrigação é uma prisão… Amar é dar-se, para se completar no outro… e vocês não se vão preencher, tens que te preencher sozinha, para encontrares um dia alguém que te complete e te transborde.

Cada queda é uma lição e cada lição uma cicatriz… Mas isso é estar vivo!

Portanto, limpa as lágrimas e vai à luta… Não te contentes com metades, se é teu, tem que o ser por inteiro… Não deixes que te tire o sono, os sonhos, os sorrisos… Porque se isso acontecer… Não era amor!

PORMónica Tavares
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...