Será o fim?

Há coisas que por mais que queiramos temos de deixar ir! Coisas que chegam a um ponto que nos fazem mais chorar do que a rir, quando devia ser precisamente o contrário! Há dias que é complicado lidar com 1001 sentimentos aqui dentro, nomeadamente os piores que possam existir…

A gente luta e tenta arranjar uma forma de tudo ficar bem, mas por quanto tempo? Um minuto? Uma hora? Tem gente que não vale a pena todos os sacrifícios que fazemos, são tantos que muitos deles eles nem se apercebem. É triste alguém estranho conseguir dominar uma coisa de que não faz parte, e isso dói, dói muito. Já tentei achar mil caminhos diferentes para lidar com isto da melhor maneira, apenas esgotei a todos já, parte de mim já desistiu daquilo que mais queria, a outra parte ainda vive na esperança que tudo vai mudar e que vai correr bem. Mas para quê? Para quê fazer tanto por alguém que quando é preciso não é capaz de saltar um poça d’água por nós? Para quê tanto esforço em manter algo que já nem se vê futuro? Para quê insistir em algo que não tem conserto? Todas estas perguntas são respondidas com uma única palavra “amor” muitas vezes até demais que nos levam ao nosso limite e fazer coisas extremas…

Lágrimas escorrem pelo rosto ao pensar que deixaste tanto para trás, por uma pessoa que não consegue largar a mínima coisa por ti!

Qual será a saída deste ciclo? Qual? A gente esgota toda a força e acaba fazendo coisas horríveis que nunca pensou fazer na vida e aí entendemos o porquê de algumas pessoas terem certas atitudes, muitas vezes suicidas! Sim a dor mental é aliviada com a dor física! Não censuro ninguém por isso, pois já me passou tantas mas tantas vezes isso pela cabeça, ao ver aquilo que não queria, ao ver aquilo que magoa de verdade! Muita gente não entende, outros nem se esforçam para entender…

Será este o fim?!

PORRaquel Moreira
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...