sem(ti)mentos

Eu sei que te vais lembrar de mim , e estas serão as únicas coisas que te vou dizer. Até agora passaram 2 meses , mas talvez na altura já tenham passado 5 ou 6. Pois bem , eu percebo-te. Foi mais fácil mentires para eu te dar uma felicidade momentânea do que seres sincero e acabares sozinho.

Por mim está tudo bem . Sempre esteve. Agradeço-te. Vivi coisas que nunca poderia ter vivido se continuasse a ver-te só a ti. A tua presença não me incomoda , pelo contrário só me faz ver o quão melhor estou sem ti. Estás igual , parece-me. Não sei se tens reparado em mim , e como estou diferente mas talvez não o faças, ainda não passou tempo suficiente para te arrependeres.

Quando o Verão acabar voltamos todos ao mundo real. Nesta altura fica tudo melhor não é verdade? mas o que é bom acaba depressa. Quando voltares à tua realidade vazia e monótona tu vais lembrar-te de mim. Podia ser falsa e dizer para não o fazeres porque eu não vou voltar e fazer aquele papel de rapariga amargurada mas adulta que só quer a felicidade dos outros. Sabes que não sou assim certo? Eu quero que voltes , quero mesmo que tenhas saudades , só para veres o que eu passei sem ti mas também por tua causa. Se isso não acontecer quero que alguém te faça o que me fizeste a mim. Não é por maldade , é mesmo para cresceres um bocadinho. A vida tem uma maneira estranha de nos mostrar a realidade. Espero calmamente sentada na primeira fila para assistir a tudo que aí vem. Não tem lógica acabar assim. E mesmo que o final seja infeliz para um de nós os dois , a regra da boa educação diz para nos levantarmos e aplaudirmos.

PORBárbara R
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...