Sem glúten… para emagrecer, será???

Glúten é uma proteína encontrada no trigo, aveia, centeio e cevada. O glúten proporciona a elasticidade aos alimentos, por aprisionar o gás carbônico, permite que os alimentos cresçam e fiquem fofinhos.

Cerca de 1% da população mundial possui a doença celíaca. É um processo alérgico, uma resposta do sistema imunológico que o intestino apresenta quando está contato com o glúten e isso só acontece com essas pessoas, ou seja, SOMENTE COM CELÌACOS.

Porque a febre de “sem glúten” para emagrecer?

Quando a pessoa constata que é celíaca, ela precisa evitar alimentos que contenham o glúten, para evitar os desconfortos abdominais, as dores intestinais e até diarréias. As opções de alimentos sem glúten, não eram muitas, desta forma, essas pessoas consumiam menos alimentos por falta de opção e assim, com o menor aporte de calorias o resultado aparecia na balança. Entretanto, atualmente as opções sem glúten são várias, ao comer um pão sem glúten, que é feito com farinha de arroz ou com outro ceral, as quantidades de carboidratos serão praticamente as mesmas, consequentemente, o indivíduo não irá emagrecer e digo mais, dependendo da quantidade e qualidade desse alimento poderá ainda engordar. Cuidado para não dar um tiro no pé!

Vamos combinar né, se fosse só uma proteína ser a reponsável pelo sobrepeso e obesidade, o processo seria muito fácil para emagrecer. As indústrias perceberam que existem palavras mágicas para venderem mais, neste caso “sem glúten”, que são próximas do “antioxidante”, “detox” e por aí vai…

Vale a pena cortar o glúten da alimentação?

De acordo com especialistas, alimentos que contenham glúten, dentro de uma dieta equilibrada trazem inúmeros benefícios, como o controle glicêmico (afinal é uma proteína), triglicerídeos, auxiliam no processo de absorção de vitaminas e minerais, melhoram a flora intestinal e ainda deixam a sistema imunológico mais forte.

Quem quer perder todos esses benefícios??? Só deve tirar o glutén da dieta quem realmente possui a doença celíaca e com orientação do seu médico.

Fique atento, entenda o assunto para não ser enganado!
Tenha hábitos saudáveis e não precisará recorrer a essas “modinhas”.

Adeline Limberger

Biomédica Esteta

Proprietária da Clínica Magrass de Toledo


PELA WEB

Loading...