Se ao menos soubesses…

Se ao menos soubesses…

Estas duas últimas noites foram as piores noites da minha vida…

Enquanto a noite vai passando, e as horas mudando no relógio, eu permaneço acordada pensando em tudo o que me disseste nestes últimos dias, sim eu fico lembrando todas as nossas lembranças, todas as coisas que me disseste e é tudo isto que alimenta a minha insónia, se ao menos tu soubesses.

Se tu ao menos soubesses, o quanto me irritas ao me falares de outras raparigas só para veres a minha reação, só para veres se eu fico com ciúmes, mas eu digo te uma coisa, sim eu fico completamente roída de ciúmes, mas tu nunca vais saber disso, porque sabes perfeitamente que eu sou das pessoas mais orgulhosas que pode haver.

Eu gostava de te perceber, a sério que gostava, mas cada vez te percebo menos, eu dava tudo para que tudo fosse diferente mas simplesmente não dá.

Eu queria te esquecer, mas simplesmente não consigo, é um sentimento estranho que não sai de dentro de mim, este sentimento sufoca cada parte de mim, e eu tenho lutado tanto contra ele, que tu nem sequer imaginas.

Mas esta vai ser a última noite que isto vai acontecer, eu prometo, eu bebi demasiado café e agora não consigo dormir, peguei no meu telemóvel e abri as tuas mensagens e voltei a reler tudo o que me disseste esta tarde e para alem disso abri a foto que me mandaste, e só de olhar para ela eu abri um sorriso, e pensei em dizer-te que continuavas com a mesma carinha de menino, que aquele corte de cabelo ficava te mesmo bem,  queria dizer-te também que ainda tenho todas as tuas fotos que me mandaste no meu telemóvel e que sempre que olho para elas lembro-me de nós, mas isto nunca vais ficar a saber porque eu não te vou dizer.

Se eu te dissesse que ainda tenho todas as tuas mensagens desde que nos conhecemos tu não acreditarias, eu reli todas as mensagens ate mesmo aquelas em que dizias que me amavas, e eu feita estúpida, acreditei.

As horas vão passando, já são 4 da manha e eu ainda permaneço no mesmo sitio olhando o teto do meu quarto, porque raio o sono não vem ?

Eu tinha tanta coisa para te dizer, mas não disse nada por vergonha de te confessar que eu gostava mais de ti do que realmente eu dizia.

Lembraste quando todos os meus amigos estavam contra nós e diziam que tu não me merecias e que eu ia me machucar, eu fiquei tão triste quando me disseram isso, eles não compreendiam que eu estava feliz, eu entrei em pânico porque praticamente o mundo estava contra nós e eu não sabia se ia conseguir arranjar forças para lutar contra isso.

A minha cabeça ia explodir eram tantas perguntas que os meus olhos começaram a deixar cair lágrimas de uma maneira abrupta, a minha visão ficou baça eu só queria sair daquele sitio e esquecer tudo o que eles me disseram, mas ai comecei a pensar e se nós não aguentássemos? E se por causa deles tu desistisses de mim ? O pior é que eu não tinha respostas para nenhuma destas perguntas.

Eu não queria desistir mas quase que o fiz, porque comecei a pensar que se calhar o que nós tínhamos não era para ser , e no final fostes tu que desististes de nós, tu trocaste me por ela, coisa que eu sabia que um dia ia acontecer esse era o meu maior medo .

Eu sofri tanto que tu nem imaginas, mas mesmo assim tive sempre aqui para ti, pode ser um bocado masoquista da minha parte, mas antes de sermos namorados, éramos amigos e a tua amizade sempre foi importante para mim.

Sempre me disseram duas coisas que : ” nem sempre desistir quer dizer esquecer” e “que o que é nosso sempre volta”, e são estas frases que me fazem não fechar a porta para ti.

Nem todas as historias são escritas em linhas direitas, algumas são escritas meio tortas mesmo , tal como a nossa.

Apesar de tudo, eu sinto a tua falta e daria tudo para ter-te de novo , pena que não te consigo dizer tudo isto pessoalmente, porque simplesmente não tenho coragem, mas uma coisa digo-te e espero que não esqueças “tu serás sempre tu”, tal e qual como me disseste um dia destes….