A saudade veio perguntar-me por ti

Hoje bateu-me à porta a saudade, entrou sem pedir permissão, veio lembrar-me que tu ainda existias, que ainda estavas vivo. Foi estranho lembrar-me de ti hoje, já não o fazia há alguns meses, quando dei por mim estava a pensar em ti, assim do nada, sem motivo. Que me lembre hoje não era um dos nossos dias especiais, então não sei porque me fui lembrar de ti logo hoje.

Será que estas bem? Será que estás feliz? Será que estás a trabalhar? Será que a tua mãe está boa? Será que o teu pai continua com o bigode ou já o tirou? Será que já tens uma nova namorada? Será que continuas com os mesmos amigos? Será que pensas em mim? – Do nada fui invadida por umas saudades tão grandes e uma preocupação enorme no que diz respeito ao teu presente.

É estranho: Eu faço parte do teu passado, mas continuo a preocupar-me com o teu presente. Preocupo-me contigo como me preocupava quando éramos mais que uns meros conhecidos,  mas já não existe amor da minha parte. Na verdade o que me resta de ti? Saudades e memórias é apenas o que tenho teu, saudades do que fomos, dos nossos momentos, das nossas conversas, das nossas guerrinhas, das nossas brincadeiras…

Aprendi muita coisa contigo sabias? Aprendi que devemos olhar para o passado e não voltar a repetir os mesmos erros, aprendi que não morremos de amores, aprendi que as pessoas não são insubstituíveis. Ensinaste-me tantas coisas, foste uma espécie de professor, preparaste-me para os amores futuros, ensinaste-me a ser forte e a não me deixar ir na cantiga de qualquer um.

Para matar todas as minhas saudades e sossegar a minha preocupação nada melhor que espreitar o teu facebook. Já não via uma fotografia tua desde que a nossa relação acabou, estás igual, pareces feliz sempre acompanhado de amigos em festas. O teu estado mudou recentemente para “numa relação”, pensei que fosse ficar mais afetada com isto, percebi então que superei por completo a tua ausência, não senti ciúmes nenhum pela tua nova relação.

A verdade é que tenho saudades tuas, mas se me perguntasses se te queria no meu presente eu respondia-te logo que não. O que é passado deve continuar passado, se fosse bom estaria no presente. Não sei de onde veio toda esta saudade, mas sei que estou bem sem ti, estás onde deves estar e lá vais permanecer juntamente com os nossos momentos e datas.


PELA WEB

Loading...