Sabes o quão insuportável é viver todos os dias sem ti ?

Ainda te amo. Este é o meu maior pecado. Confesso.me todas as noites a Deus. Fazes.me falta. Espero que saibas disso. Deixei de te ver, deixei de te falar. Não porque não me fizesses falta. Não porque me fosses indiferente. Mas porque todos os dias em que estabelecíamos contacto doía. Sei que é amor por isso. Porque doí. Doí sempre mais. Sabes o quanto insuportável é viver todos os dias com esta dor? Ainda te amo. E sei que ainda me amas também.

Voltei a ver.te naquela noite. Apaixonei.me como se tivesse sido a primeira vez. Os nossos olhares não se cruzaram e percebi que te doía tanto quanto me doía a mim. “Estavas mais lindo do que nunca!” pensei. “Estavas mais linda do que nunca!” pensaste. E nem assim nos conseguimos olhar de frente. Nem assim engolimos o orgulho que nos faz viver um sem o outro.

Sabes o quanto insuportável é viver todos os dias sem amor? Sei que o amor não se implora mas peço.te por favor que voltes! Sei que me queres tanto quanto eu te quero a ti. É essa a esperança que me faz continuar a desejar ser melhor. Por e para ti. Sempre. Mesmo que não o saibas ou que não queiras saber.

Tornaste.te fantasma que me atormenta. Eu tornei.me anjo que te consola. Deixei de tentar perceber as pessoas quando me deixaste porque deixei de nos perceber. Sei que não vais voltar a amar outra mulher como me amaste a mim mas mesmo assim continuas a sair com todas as raparigas da tua cidade. Sei que não vou voltar a amar outro homem como te amei a ti mas mesmo assim continuo a sair com todos os rapazes da minha cidade. Isto faz algum sentido?

Tu próprio me ensinaste que a paciência é uma virtude. E eu continuo à espera longe de ti. Acho que tu andas a fazer o mesmo. Como o fizemos há oito anos atrás numas outras circunstâncias, lembraste? Para quê esperar mais? Andamos praqui a fingir que somos felizes, quando na verdade não o somos. Ainda te amo. Sabes o quanto insuportável é viver todos os dias sem ti?