Sabes, filha, a mãe vai morrer!

"Sabes, filha, a mãe vai morrer, Não fiques triste que a mãe não vai sofrer. (...) Não chores, filha, por favor, não chores porque ver-te a chorar é pior do que sentir que vou partir."

Sabes, filha, a mãe vai morrer,

Não fiques triste que a mãe não vai sofrer. Não fiques triste, filha, porque tens um filho lindo, olha bem para ele a dar os primeiros passos. A mãe vai morrer, mas vai olhar por ti, para que sejas corajosa e para que dês a essa criança que tanto me vai custar não ver crescer o amor que eu tinha para lhe dar.

Não me disseram ao certo quantos anos de vida eu teria, esperavam seis ou oito, mas sem garantias de nada. Vais ser a mulher desta casa e vais ser uma mulher à força. Tens o teu irmão com catorze anos para cuidar e sabes que o teu pai anda sempre longe. Já não morro sem ver o meu netinho: foi a única coisa que pedi a Deus. E Ele deu-te uma coisa tão linda. Não chores, filha, continuarei a tomar conta de vocês. Estás tão crescida, uma mulherzinha, e só tens vinte aninhos. Tens um coração enorme, filha, eu sei que vais seguir e que vais lutar para que nunca falte nada a esse filho. É tarde demais e o mal alastrou-se pelas raízes do meu corpo. Não chores, filha, por favor, não chores porque ver-te a chorar é pior do que sentir que vou partir. Eu não queria morrer já, filha, tu sabes bem que não, quarenta e um anos é cedo demais para deixar o mundo em lágrimas, mas Deus fez-me a vontade, e eu vou fazer a dele.