Rouba-me um beijo!

Eu sempre soube que isto seria o início de tudo.
“Rouba-me um beijo”, pedi-te eu, e entreguei-me completamente ao amor.
Porque, quando nos beijamos, entregamo-nos à saudade que nos tenta matar,
Entregamo-nos à verdade, a um misto de sensações que nos toca as almas.

Sim, as noites de solidão acabaram. Acabaram desde o momento em que te vi,
Em que tu entraste na minha vida sem pedir.
Porque, quando me abraças e quando me tocas nos lábios,
Todos os meus problemas desaparecem. Até o mundo.
Apenas vivo eu e tu. E tu e eu.

Hoje, nada mais peço do que os nossos momentos mais verdadeiros,
Aqueles em que me olhas nos olhos, em que me tocas a pele, em que me amas… do jeito que sou.
E tanto em nós mudou, até o tempo que passou e as saudades que tivemos,
Para nos dar a certeza que somos metades de um mesmo coração,
Que somos eternos… no nosso amor.