Realidade 2.0

Meus ombros estão pesados, meu peito está apertado, em minha cabeça ecoa vozes, meus olhos perderam o brilho intenso, meus ouvidos duvidam de tudo e da minha boca já não sai mais entusiasmo, esses fatos provavelmente ocorreram por ter se dissipado o nevoeiro de fantasia onde eu vivia. Agora tudo parece claro, no entanto, cinza, porque na realidade nada é colorido de verdade, é uma farsa que tentamos esconder com meros jatos de tinta que não duram muito, eles escorregam com a chuva ácida de crueldade que é feita a essência humana, essência essa que é composta também de puro egocentrismo e estupidez.

Crueldade e egocentrismo, dado que nossas atitudes sempre de alguma maneira são para nos satisfazer, até mesmo quando damos um presente para alguém, de alguma maneira esperamos tirar vantagem daquilo. Pode estar pensando que certamente isso ocorre inconscientemente, ai que a “coisa fica feia”, pois esses princípios estão tão impregnados em nós que afloram até sem nos darmos conta. Depois disso ainda idealizamos em um devaneio que em algum momento na nossa vida iremos ser felizes para sempre, encontraremos o grande amor (uma pessoa perfeita por sinal), um emprego de dar inveja em qualquer pessoa, tudo isso morando em uma linda casa com cerquinha branca, carro na garagem e uma poupança cheia! Aff!! Please, vamos ser sinceros, isso não existe!

As únicas coisas ilustradas acima que talvez uns dez por cento da população conseguem alcançar é uma casa mais ou menos, um carro financiado em prestações gigantes , um dinheirinho-inho na conta e talvez um emprego que você goste a maior parte do ano. Gente eu estou falando de pessoas “comuns”, não os multimilionários que podem ser contados nos dedos, no entanto, nem eles conseguem os outros itens, porque afinal eles não existem! Não existe á pessoa perfeita, existe uma pessoa que estabelecemos uma relação agradável, porém ela tem defeitos, ela não vai satisfazer nossas expectativas o tempo todo. Não existe Um grande amor, nos amamos várias pessoas de várias maneiras simultaneamente e isso acontece por que possuímos algum interesse, esperamos alguma compensação, porém eles não vêm e aquele sentimento de encantamento vai diminuindo e depois das muitas primaveras podemos nos interessar por outra pessoa. E por fim, ninguém é feliz para sempre! Não é humanamente possível, resultado da nossa essência!

Sinto muito se você ainda vive no mundo da fantasia, e sinto mais ainda se fui eu que fiz você começar a questionar sobre a vida, queria poder dizer sobre outra realidade, te contar sobre uma escapatória, porém eu não conheço! Eu sei o que está sentindo, porque eu sinto o mesmo, feliz mesmo é o ignorante, que não entra em contato com o mundo como ele é, e vive em sua bolha acreditando fielmente que aquilo é verdadeiro!

POREmma Foss
FONTELetters To You
Partilhar é cuidar!