Quero-te aqui, agora…

"Quero-te aqui, agora… a todos os segundos a que te respiro, a que chamo por ti…"

Quero-te aqui, agora…
A todos os segundos a que te respiro, a que chamo por ti…

Desejo-te a cada instante, na iminência do meu sangue…
Desejo-te para além da minha imortalidade. Desejo-te: para a eternidade.
Eu apenas quero ter-te, quero beijar-te, tocar-te, como se fossemos um só.

Por isso, vem… Vem em suspiros profundos, em batimentos lacerantes…
Não aguento mais esta espera incessante, esta apaixonante demora!
Estou entregue a ti, ao que nos une. (Até o meu coração eu despi!)
Oiço-te ao vento, sinto o teu cheiro, e os meus sentimentos hiantes
Clamam abraçar-te, na maior vontade que te tenho, em saudades.
Por isso, vem… Estou aqui, hirto, a imaginar-te, como se fossemos um só.

É em ti que vejo todos os meus resquícios, que vejo todos os meus pedaços,
Que me vejo em díspares momentos – suplicando, unicamente, o teu amor.
Porque, desde que passei a acreditar em utopias, foste sempre tu quem eu vi.
Foste sempre tu que me fez mostrar o quão fascinante é amar-te, em mim…


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...