Quero amar…

Não sinto nada e nada mais me solta ou me distrai… Uma frase que ultimamente tem tido bastante significado na minha vida. Pensando bem acho que até mereço isto. Sempre fui uma pessoa fria e obcecada por coisas insignificantes. O que eu queria e fazia era o importante. Adorava controlar tudo… Ser o manipulador, o criador, o mestre do projeto…

Ao longo destes últimos anos, tive vários relacionamentos. Em todos eles era um ser bastante apaixonado e maravilhoso (sim estou a ser convencido mas com razões!) mas no final a relação sempre acabou. Não sei o porquê mas todas as relações que tenho têm sempre um fim inesperado e sempre diferente.

Queria criar uma relação diferente, uma que não tivesse um fim, uma que fosse perfeita do inicio até ao infinito. O problema é que agora não tenho possibilidades para isso.. Reservei-me demasiado e agora é-me impossível conviver com outra pessoa de forma normal.

Perdi a maior parte das minhas habilidades sociais e agora pareço um estranho para os meus amigos tal como eles o parecem para mim. Estou a perder a minha essência… Já não mantenho contato com ninguém que se relacione comigo nem que seja de forma temporária.

Tenho desejos profundos que parecem estar a desvanecer-se tal como a minha capacidade de sentir. Cada dia que passa é uma tortura completa. Nada me traz felicidade e o que podia trazer já me foi retirado do alcance…

Tenho saudades de ti.. Tenho saudades da outra e daquela… Tenho, no fundo, saudades de amar e ser amado de volta. Quero viver rodeado de amor e que ele seja a minha razão para viver.

Quero amar…

POREzekiel
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...