Meu querido ex-amor!

Queria poder dizer-te que não é o fim… Mas é….
Lamento ter-te feito esperar tanto tempo, ter-te feito acreditar que seria capaz….
Lamento pelas falsas esperanças, e pelo cansaço me ter derrotado…

Sempre fui assim, e tu sabes disso….
Nunca entro em nada para ir até ao fim, porque odeio a monotonia.
E essa era agora a nossa vida…

Os beijos eram monotonia, os abraços tornaram-se monotonia, até o nosso simples respirar se tornou monótono…
Cheguei a desejar bem baixinho, que fosse capaz… Só desta vez, porque juro que queria ir até ao fim, pelo menos contigo.
Mas não o consigo….
Talvez este seja o fim, e eu tenha conseguido lá chegar….

Lamento ter-te dado a ideia do mundo.
Lamento ter-te deixado imaginar uma vida a dois, quando o único que  quero é estar só.
Estar só, doi bem menos, sabias?
E eu nunca fui muito adepta de sofrer. Talvez seja esse o motivo de todas as minhas desistências.
Espero que encontres tudo aquilo que procuras. Espero que tenhas a família dos teus sonhos, com uma casa cheia de filhos, a gritarem pelos eternos corredores da tua mansão, enquanto são perseguidos por todos os cães que dizias querer.

Espero que consigas fazer aquela viagem de carro que tanto sonhavas.
Mas a nossa, meu amor, acaba aqui.

Não te vou pedir que fiquemos amigos, não sou hipócrita a esse ponto, nunca o fui.
Percebo que com o nosso fim, passemos a meros desconhecidos que se conhecem demais.
Que se conhecem tão bem como a eles próprios.

Continua a guardar todos os meus segredos.
Continua a ter essa vontade de viver.
Porque não foi a tua maneira de ser que levou ao nosso fim.

Foi a minha mania de desistir de tudo antes de acabar por perder.
Desejo-te o mundo, e acredito que o teu sorriso o conquiste.
Já te disse que o teu sorriso, foi o motivo de todo o meu amor?!
Espero que outra o valorize mais!

Desejo-te o mundo, meu amor, desejo-te este enorme e fantástico mundo.


PELA WEB

Loading...