Que não tenhamos medo de amar!

Que não tenhamos medo de amar. Que não tenhamos medo de demonstrar o que sentimos uns pelos outros. Nem que seja apenas por um segundo, que aproveitemos todos os momentos perto daqueles que mais gostamos, porque a vida é demasiado curta e dela nada se leva a não ser recordações..

Que não vivamos na incerteza constante de que podemos não ser correspondidos! Arriscar! Arriscar é o que é preciso! Se não arriscarmos não saberemos o que a vida nos reserva, e prefiro lutar do que, um dia mais tarde, pensar que não lutei o suficiente por ti.

É de ti que gosto e em ti que penso a toda a hora. Os teus olhos por mais tímidos que sejam olham para mim duma maneira inexplicável. Podes até estar a metros de distância, mas sinto-te sempre tão perto. Sei que estás lá. A forma como cuidas de mim, os simples gestos que tens, a preocupação que demonstras, fazem-me ficar cada vez mais apaixonada e assim apercebo-me porque gosto tanto de ti.

Sim, já tive paixões. Quem não as teve?! Mas nunca nada tão forte como o que sinto por ti. O deslumbre é mágico, mas passa. O amor não. O amor fica e muda-nos por completo. Agora sei o que é realmente amar. É olhar para o homem que entrou na nossa vida e que a mudou por inteiro. É sentir que nos falta a respiração se olharmos demasiado para ele. É querer sentir o cheiro do perfume dele. Querer tocar-lhe, beijá-lo. É sentir que davamos a vida por ele se fosse preciso. É sem dúvida alguma, amar sem querer nada em troca.

Eu amo-te e por muito que saiba que não me vês da mesma maneira, eu continuo a amar-te. Agora sim sou capaz de dizer que quero que sejas feliz com qualquer pessoa. Só quero o teu bem, seja comigo ou com outra rapariga qualquer.

Posso até nem ficar contigo, mas quero que saibas que és o homem da minha vida e é a ti que sempre vou amar. Se me perguntarem se poderia ter lutado mais? Não. Não poderia. Lutei por ti como sabia. Com todo o meu amor, com toda a admiração que tenho por ti, com o desejo de um dia ter-te nos meus braços.

Se “nós” nunca chegar a acontecer quero que saibas que foi por ti que sorri todos os dias.

Não podemos ter medo de amar. Não podemos ter medo, porque o verdadeiro amor existe mesmo, seja porque estamos com essa pessoa ou porque a amamos como se estivéssemos.


PELA WEB

Loading...