Quando entraste na minha vida…


Quando entraste na minha vida eu estava tão descrente, achava que nada nem ninguém iriam conseguir ocupar aquele lugar que já tinha sido de alguém, um alguém que não o quis e que o abandonou sem hesitar.

De alguém que me deixou tão fraca e tão sem força quando foi embora, alguém em quem eu tinha confiado e que me apunhalou pelas costas.

Quando apareceste, eu, mesmo sem querer, abri-te as portas do meu coração, deixei-te ocupar todo um espaço que julguei durante meses ter conseguido manter trancado a 7 chaves.

Todo um espaço que me fugiu por entre os dedos e correu para ti. E nesse exacto momento, eu só queria fugir , não sei muito bem para onde, mas para longe de ti e para longe do amor.

Sei que isso é impossível de acontecer, mas a ideia de sofrer novamente nas mãos de alguém atormentava-me e eu não conseguia mais suportar isto. Queria-te longe!

Hoje, de coração cheio de ti, de corpo aceso por ti e com a minha vida toda pronta para ti eu sei que já não quero fugir, e muito menos, de ti…