Preciso de ti agora!!!

Memórias perfeitas daquilo que um dia fomos estão espalhadas aqui no chão do meu quarto.

Tentei destruir os momentos felizes que vivemos juntos, mas não fui capaz de rasgar as fotografias e fingir simplesmente que eles nem existiram, porque na realidade ainda estás bem presente no meu coração e na minha vida.

Mil e uma cartas que trocamos, desejei queimá-las mas mais uma vez faltou-me coragem, repletas talvez de ilusões e promessas vazias, no entanto foram as palavras de amor que elas continham que por muito tempo alimentaram a minha existência, e fizeram o meu amor crescer. E creio que ele cresceu tanto que hoje não sei o que fazer para escapar deste sentimento.

Queria arrancar-te de mim, porém todos os esforços que faço para tal, são inúteis.

E pergunto-me se da mesma forma que isso acontece comigo, também eu estarei a dar voltas pela tua cabeça?

Prometi a mim mesma que não te iria ligar, todavia fui incapaz de cumprir com a minha palavra.

São quase uma da manhã, sinto-me tão só e tão frágil. Liguei-te dez vezes. Preciso de ti agora.

Três da manhã, o sono não quer chegar. Ligo-te mais dez vezes. Só a chamada cai e um silencio ensurdecedor percorre as linhas telefónicas e faz ressaltar cada veia do meu corpo. Preciso de ti agora.

Digo a mim mesma que tenho forças para superar a saudade, mas aos poucos vou perdendo o controlo e preciso ver-te.

Estou impaciente, olho em vão para a porta mas tu não vens. Porque é que foste embora sem olhar para trás? Que tipo de coração arruma as malas, bate a porta e não olha para trás?

Pergunto-me se também estarás a pensar em mim, nos nossos momentos felizes, eu precisava saber, para me acalmar, para voltar a adormecer.

Seis da manhã, as horas passam, um novo dia chega, os raios de sol atravessam estas cortinas, mas em mim só há escuridão.

É difícil aceitar que todos os meus sonhos se tenham desmoronado e não sei como sobreviver. Apenas preciso de ti agora.

PORLetícia Brito
Partilhar é cuidar!