Por que vale a pena esperar pela pessoa certa?

Um dia, li que o amor entre duas pessoas só acontece porque é recíproco e surge ao mesmo tempo. Eu concordo. Tudo o que acontece de maneira não sincronizada é muito pouco provável que se transforme em amor.

Você pode não concordar afirmando que conhece muitos casais em que uma pessoa se apaixonou primeiro, ’deu um jeito de fazer’ com que a outra se casasse com ela e, após alguns anos, o amor apareceu. Você pode afirmar que, durante muitos anos, um homem sentiu um amor não correspondido por uma mulher e, em algum momento, ela percebeu que também estava apaixonada por ele. Sinto muito, mas eu não acredito nisso. Não obstante, tendo a pensar que, nestes casos, a segunda metade da laranja se sentiu atraída por alguns aspectos secundários inconscientes, tais como comodidade, conveniência, confiança no futuro, preenchimento do vazio causado pela solidão, etc.

A química e o amor acontecem imediatamente quando um futuro casal se conhece. Não é a paciência, a perseverança e a força de vontade que fazem surgir uma relação, é uma energia mágica que aparece e dá a essas duas pessoas a oportunidade da experiência de viver uma relação. Elas sentem uma conexão imediata. Ambas sentem, percebem e vivem a curiosidade em relação ao que pode acontecer no futuro.

Se, após o primeiro encontro, começa a enrolação do «ele disse que ia me ligar, mas não ligou», «disse que viria, mas nunca apareceu», «recebeu a minha mensagem, mas não respondeu», «disse que precisava de um tempo para pensar na relação», «está trabalhando muito e não tem tempo para a vida pessoal», ou a outra pessoa dá desculpas como «vou jogar futebol com meus amigos, te ligo depois», e por aí vai, não se iluda. A coisa não vai funcionar (pela minha cabeça passam palavras mais fortes sobre isso, mas prefiro não usá-las aqui). Isso significa que as duas pessoas simplesmente não se conectaram. Se insistir, você pode construir uma relação difícil com alguém que não quer estar ao seu lado.

Quando as duas pessoas sentem que há química, ambas tratam de proteger os sentimentos da outra. A outra pessoa não vai desaparecer do nada porque sabe que isso vai te machucar. Não deixará de atender o telefone, ou responder uma mensagem, porque ela cuida da relação e se preocupa com o seu estado de ânimo. Ela não vai pensar em estar com outra pessoa, porque só vai querer estar com você. Você não vai ter que se preocupar se existe um vínculo, porque os sentimentos e as emoções serão suficientes para te mostrar que ele existe. A outra pessoa será sincera com você e você com ela.

Quer saber de uma coisa, eu acho que nos acontecem muitas besteiras por uma razão:não temos a paciência suficiente para esperar a pessoa certa. Na juventude, nós não nos entendemos e não sabemos que tipo de pessoa queremos. Quando adultos, somos mais pacientes, nos sentimos mais livres e temos mais equilíbrio emocional.

Você poderia me perguntar «e o que acontece com quem está esperando a pessoa certa, que teima em não aparecer, e, aos 50 ou 60 anos, ela continua sozinha?» Minha resposta é que há casos muito variados. Algumas pessoas ficam ao lado das pessoas erradas e, com isso, se fecham para outras possibilidades. Outras, decidem que estão bem sozinhas, que a solidão é suficiente. Há ainda algumas que não confiam nas pessoas e pensam que todos sempre querem machucá-las. No final, também acabam sozinhas.

Não obstante, há outras pessoas que aproveitam a vida independente da idade, desfrutam de cada momento e de cada sensação, amam o mundo e as pessoas, se amam e acreditam que entre os mais de 7 milhões de pessoas na Terra, em algum lugar vive a sua alma gêmea. Uma pessoa que sabe olhar para o próprio sentir, decide fazer um curso no exterior e encontra a felicidade em outro país. Esse tipo de pessoa escreve um artigo que se torna popular na Internet e recebe uma mensagem do seu grande amor, por força do destino. Ou ainda, conhece o seu futuro amor em um congresso ao qual, inicialmente, não queria ir. A receita da felicidade é muito variada, cada um tem a sua, mas ela está em todos nós.

O mais importante é confiar em que vale a pena esperar pela pessoa certa. Ou melhor, a pessoa certa vai aparecer e vai fazer com que a sua vida valha a pena.