Põe a mochila às costas e vai…

Lembras-te daquela viagem que andas há meses a dizer que vais fazer com os teus amigos? Pois é, os meses vão passando e transformam-se em anos. E tu com a tão prometida viagem por fazer.

Talvez até nem tivessem pensado em ir para muito longe. Mas hoje tu não podes e amanhã alguns desses teus amigos estão a trabalhar, a ir de férias com a família, com os seus respectivos ou até mesmo com outros amigos.

Tu sabes o que tens a fazer e o que podes fazer. Põe a mochila às costas e parte à descoberta. Se os cinco amigos com quem estavas a planear ir não podem todos no mesmo período de tempo, então vai com um ou dois que tenham vontade e disponibilidade. Ou então, vai sozinho. Vai descobrir-te enquanto descobres novos lugares. E quem diz que tens de ir para fora? Vai para fora cá dentro. Vai, nem que seja por um dia, ser turista na tua própria cidade.

Esta é a altura de criar memórias, boas memórias de um óptimo verão. Não esperes demasiado tempo, não deixes a mochila a apanhar pó. Pois se assim for, se ela ficar ali num canto, daqui a uns anos quando estiveres “preso” a uma secretária ou ao que for, vais pensar nos verões que podias ter aproveitado de outra forma e que podiam ter sido bem melhores. Em vez disso, deixaste-te ficar, à espera que a altura certa chegasse para partires à descoberta.

E acabaste apenas por descobrir que existem imensos lugares onde querias ir.