Pode morrer tudo em ti mas nunca a vontade de viver!

Hoje é um dia como tantos outros, aquele dia que se repete vezes e vezes sem conta e nada muda… a solidão já se tornou tão grande que nada muda, o teu jeito de olhar o mundo está tão fatigado que sentes que é bem melhor lidar com a tua solidão.

Hoje é um dia como tantos outros em que acordas e sem vontade fazes as tarefas diárias como se fosse uma obrigação pois tens a mente cansada de tanta confusão.

Se te fosse permitido dormir com a serenidade e acordar com disposição, mas o problema é que a tua alma já não está serena e a tua disposição foi exposta à tua angústia e nada consegues fazer para mudar o teu caminho.

Estás tão cansado de tentar ser feliz que não restou vontade para tentar mais nada.

Tens a cabeça atribulada pela incerteza da vida, tens uma dor tão forte no peito que parece que é desta que vais morrer.

Perdeste tudo, aos poucos roubaram-te os sorrisos, a calma, a ternura, a doçura que tinhas em teu coração e é tão duro ver que só restaram as lágrimas, mas essas um dia também secam porque um dia acabará por morrer tudo em ti.

Caminhas com a dor acorrentada em tuas pernas, com a tristeza que cerca teu ser…

Hoje é um dia como tantos outros em que ninguém te estende a mão e te leva a ver o paraíso, em que ninguém te escuta porque está muito ocupado e não tem tempo para as tuas lamúrias, em que ninguém tem paciência e um coração generoso para tentar entender porque te sentes assim.

Hoje é aquele dia que talvez alguém te pergunte se está tudo bem mas que não lhe interessa minimamente como realmente te sentes e tu sabendo disso respondes que sim com um sorriso nos lábios mas um sorriso carregado de tanta tristeza mas que só tu consegues enxergar porque ninguém quer de verdade suportar a tua dor.

Ninguém se escuta, ninguém se ajuda, ninguém se dá de verdade porque sabe que não estará ali nenhum ombro amigo no qual possas encostar nem que fosse só para chorar.

Por isso amas a tua solidão e a odeias na mesma proporção porque só ela te resta mas ela é tão cruel.

Por isso carregas sozinho o fardo de uma dor que ninguém entende porque ninguém tem tempo para dar amor.

Aos poucos tudo se vai perdendo, o teu coração grita por ajuda mas ninguém te escuta pois ninguém tem tempo para te ouvir.

Aos poucos desistes de tudo porque já nada vale a pena a tua dor, o teu sacrifício pois estás cansado de perder tempo com quem nunca perdeu tempo contigo e aí chegas à conclusão que é melhor viver sozinho do que rodeado de multidões que em nada te acrescentaram de bom.

Mas que nesses dias de eterna solidão percas tudo mas que nunca te permitas perder a vontade de viver, pois se chegaste até aqui mesmo que fosse sozinho conseguirás um dia largar essa solidão e começar de novo.

Porque se Deus te dá a oportunidade de acordar mais um dia é porque ele acredita que mesmo que hoje te falte a fé e a alegria ele sabe que amanhã terás mais um dia para tentar e força para conseguir!

PORJoana Brito
Partilhar é cuidar!