Persona

Em quantos eus me subdivido?
Serão muitas as histórias?
Qual a persona onde me abrigo?
Duras são as respostas…

Em roma sê romano;
Diriam os antigos;
Com o seu conhecimento;
De postulados primitivos…

Mas eu, como pequeno pedaço de céu;
Jamais me comportarei decentemente;
Serei somente eu;
Propalando paradigmas num mundo descrente…

Joia rara de faminto ultraje;
Que vaticinas para mim?
Um lúdico engaje?
Loucura e frenesim?


Se puder sentir o futuro;
Escolherei apenas ouvir o mar;
Nada saberei do destino duro;
Livre estarei para amar…

Clarividência para que te quero?
Se me ousas importunar;
Quando me embaraças considero;
A minha alma libertar…


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...