Perdi-te!

Pergunto-me onde estarás. As lembranças confundem-se com os sentimentos e fazem-me sentir que te perdi. E perdi. Ou será que nunca te tive?!

Tenho pensado em ti e sinto a tua falta. Num dia eras o meu maior pilar e no outro foste embora.

Tantas conversas, tantos sorrisos, tanta cumplicidade, tudo reduzido a um passado que eu ainda tenho dificuldade em deixar para trás.

Devo dizer-te que, estejas onde estiveres, é bom que saibas que te amei. Não vou dizer que não sei viver sem ti, porque sei. Mal de mim se eu não soubesse. Mas é verdade que não estou tão feliz agora, e que uma parte de mim continua a mergulhar nos momentos que vivemos a dois.

É incrível como a vida se revira tão fácil, e como ela exige que sejamos fortes e nos adaptemos às mudanças.