Perdi-te, Perdeste-me E Ficamos Os Dois Perdidos…

Perdi-te, perdeste-me e ficamos os dois perdidos.

Éramos um porto de abrigo, agora somos dois barcos à deriva no mar. A culpa é minha, abandonei-te, deixei-te sem rumo. Fui matando aos poucos a tua felicidade com as minhas palavras envenenadas. Maltratei o teu coração, deixei-o fraco, cheio de feridas incuráveis.

Onde está o teu sorriso radiante e apaixonado? Onde está aquele brilho no teu olhar? Nada disso está mais em ti, o brilho, a paixão foi o que te roubei. Esgotei todo o amor que tinhas dentro de ti. Esgotei todas as oportunidades de te fazer feliz. Assassinei os teus sentimentos.

Sinto-me a afogar neste mar de erros, as ondas da culpa arrastam-me para o fundo. Magoei-te e estou a magoar-me a mim própria. Vivo com uma chama de remorsos dentro de mim, que me queima a pele e a carne. A minha alma arde, como se o inferno vivesse cá dentro.

Cada vez que fecho os olhos há uma lembrança, um tormento para me assombrar. Os meus olhos choram, choram porque te fiz chorar e dói, dói muito.

Talvez uma amnésia resolvesse tudo isto, se a minha imagem fosse apagada da tua memória, se não restasse nada de mim em ti. Qualquer coisa que te fizesse esquecer-me, algo que desse sossego à tua alma e que apagasse as minhas falhas. As palavras esmagadoras e os atos cruéis, pudesse eu remover tudo da tua mente.

Estou impotente, os meus arrependimentos de nada servem, nunca irão consertar o teu coração desfeito. Não sou uma pessoa perfeita, aliás estou muito longe da perfeição. Fui programada para cometer muitos erros e infelizmente magoar as pessoas é o meu forte. E tu não foste exceção. Mas, apesar de todas as minhas imperfeições eu amei-te, amei-te mesmo!

Amei-te, magoei-te e perdi-te. Perdi um amor, perdi uma amizade…


PELA WEB

Loading...