Uma Pequena Grande Menina

Se pensas que seu tamanho é documento, leias isto!

Menina pequena! Acreditas que és tu mesmo pequenina? Descobre que teu coração dentro de si já não quase aguentas carregar; é muito grande. Admirável doçura, não acredites quando disserem que és pequena, pois, pelo coração gigante que tens certamente deve ser peso ao caminhar.

Sempre lhe disseste que era teu coração a tornar-te deste tamanho. Nunca acredita que és menor que a mais alta torre. Usas esse dom do amor para com os outros, sempre que puder, e despeja em si o perfume do amor. Que carinho não lhes falte, mas distribua-o para que eu possa provar que és mesmo gigante; de coração e de alma.

Menina, solta de ti a incrível capacidade de tornar melhor dias dos que tua volta estão, assim como fazes o meu feliz e cheio de sorrisos bobos. Usas o dom. Menina pequena que cabe no abraço, saibas disso: Mesmo que fosses tu um cacto e eu um balão, mal importaria-me se furasse-me todo; abraçaria-te até que só houvesse aconchego. Provei enfim que por mais que tenhas pequeno tamanho – de pura beleza claro, tens também gigante coração, que mal cabe em ti…

Explica-me como fazes para caber dentro do peito, quem dera me pudesse entender. Meu pequeníssimo doce, és realmente minha Grande menina! Costumam mesmo a julgar alguém pelo tamanho, mas que de nada te importa, faças assim: Mostra seu tamanho quando cantares, com sua voz perfeita e doce, mostra também ao olhar com toda a ternura que consegues ter, e também quando abrir a boca pra falar palavras doces e sensatas, e claro!

Seja você mesma, encontrará em ti essa grandeza da qual menciono. Menina linda, acreditas mesmo que és linda? Pois deveria, por quem é, nem pelo batom ou rímel, nem salto alto. Sim por você. Olhes agora a si mesma e veja que és isso mesmo, e se pesares o peito ou faltar-lhe fôlego, saibas que é seu coração que pesas, de tão grandioso. Espero que sejas ele meu um dia. Minha Pequena Grande Menina.

PORFelipe Lima
Partilhar é cuidar!