Pensamentos…

Uma chávena de café esfria ao meu lado a cada palavra que escrevo. Sinto que o tempo parou à minha volta, que nada tem vida a não ser esta simples folha, a caneta e as palavras. Não sei do que escrevo, umas palavras vagas numa pequena folha branca. A minha cabeça não para, sinto que vou explodir.

Guardo imensos pensamentos nela, pensamentos dos quais não os partilho com ninguém a não ser comigo mesma ou então com uma mera folha de um caderno perdido algures no meu quarto. É-me difícil partilhá-los com as pessoas ao meu redor, tenho receio que não compreendam a minha forma de ver o mundo. Não me considero incompreendida, apenas não vejo o mundo como as pessoas «normais».

Talvez seja esse o meu mal, não partilhar esses meus pensamentos com as pessoas, pelo menos uma. Talvez eu pudesse fazer a diferença num momento com um dos meus pensamentos; talvez se eu tivesse dito aquilo que pensava, pudesse estar a tomar outro rumo. Na minha cabeça navego por mares estranhos, desconhecidos. Neles existem sempre uma tempestade, talvez esteja agora no meio de uma. A minha cabeça está uma confusão, mas sei que tudo isto vai desaparecer; porque nada é eterno


PELA WEB

Loading...