O passado no teu bolso…

Dificilmente, com a tua idade, vais namorar com alguém sem um passado amoroso. A pessoa com quem estás ou já estiveste, provavelmente já teve outro amor antes de ti – talvez apenas pense que sim – tal como tu já tiveste. Isto é tudo normal e faz parte da vida. O problema é quando o teu passado ainda ronda o teu presente, quando és diariamente exposta a notificações da vida dele. O mais problemático é quando te apercebes que ele foi um erro, era daquelas pessoas sem atitude e que vivia de frases feitas.

Tu até pensavas que eras especial e única, depois vem outra rapariguinha ingénua (ou não) e perdes o teu lugar, até aí tudo bem, sem ressentimentos. Uma pergunta para essa rapariguinha: Já pensaste na quantidade de rapariguinhas a quem ele já disse que queria ter um futuro? Digo isto porque fico confusa com as pessoas que vivem de ilusões e que orientam a sua vida em função de sentimentos pré definidos.

Isto é um ciclo vicioso, tu achas que o passado já está morto e enterrado até que aparece alguém que te lembra que não. A família neste caso é o pior que pode existir, quer seja pelos bons ou maus motivos arranjam sempre formas mirabolantes de te fazerem lembrar. Estás a falar do céu e eles dizem que os olhos dele eram da cor do céu, é impressionante! É como uma praga da qual não te consegues ver livre.

O ser humano é saudosista por natureza, num momento de carência deixa-se levar pelas suas fraquezas. É triste mas é verdade, eu sou assim. Gostava de mudar mas não é possível, acabo sempre por cometer os mesmos erros. Vais sair com umas amigas e, numa multidão de homens, só tens queda para os maus da fita, rebeldes e indomáveis. Alguém garante que isto um dia vai mudar? Não sei.

Nada nesta vida é garantido, mas também não vejo motivos para me preocupar exageradamente com esta tendência…acontece! Vais tentando até tudo dar errado – já é essa a expectativa – até voltares a ter um ex que te persegue com memórias de loucuras, família que te atormenta com comentários, e notificações que falam em casamentos e filhos. Tudo bem! Não te podes esquecer é que a vida é longa, nem que seja aos 80 anos podes vir a ter algo que dê certo, acredito que sim! Antes tarde do que nunca já diz o ditado!

Não tenhas fobia aos ex namorados. Ter um ex é um privilégio, quase como um direito adquirido. Merece respeito tal como tu o exiges.

Se algum dia, um namorado teu ceder à carência e voltar ao familiar, não fiques apavorada. Vais ter a tua oportunidade de o assombrar com as notificações, porque tu vais estar feliz e ele encalhado no passado. Tu vais avançar com a tua vida, tudo aparece no tempo certo.


PELA WEB

Loading...