Parabéns, Amor Da Minha Vida…

Talvez esta carta nem surja no teu feed de noticias e como tantas outras, esta minha saudade fique mais uma vez perdida numa rede social na esperança vã de que sintas saudades minhas também.

Escrevo-te porque hoje fazes anos e sei o quanto este dia significa para ti, mesmo que hoje não nos falemos mais.

Escrevo-te porque esta data é especial e é sempre a mais ansiada por ti, todos nós gostamos de comemorar o nosso aniversário, de encher a casa de amigos, apanhar umas mocas e divertir-mo-nos como se fosse o último dia, mas afinal já paraste para pensar que pode ser? Então aproveita ao máximo este que hoje é o teu dia.

Escrevo-te para te felicitar, apesar de tudo. Escrevo-te para dizer que ainda te amo, apesar de tudo. Escrevo-te para te dizer como dói, não puder estar aí e abraçar-te até que os meus ossos doessem.

Escrevo-te para dizer-te que sempre serás o amor da minha vida, o meu sonho bom, o meu pedaço de céu e que apesar de todas as partidas que a vida nos pregou e de todas as despedidas com que a vida nos tramou, em contrapartida eu ainda tenho esperança de que um dia, o universo conspire a nosso favor e tu decidas que aqui é o teu lugar e venhas com o intuito de ficar.

Mesmo que os ventos soprem contra e a maré fique cheia, e as nossas famílias entrem em desavenças e a Terra colida com Marte, quero que fiques, porque gostas de mim, gostas do que vês, do que te dou e porque não encontras outro lugar neste mundo enorme onde coabitam biliões de pessoas que te oferece o mesmo conforto e o mesmo amor que te oferece o lugar que tens aqui guardado no meu peito.

Não sei mais o que escrever, porque tudo o que me resta é saudade e vontade de pousar os meus olhos nos teus e entrelaçar os teus dedos nos meus, de uma vez para sempre.

Não sei mais o que escrever, porque tudo o que escrevo é sem sentido se não é sentido por ti.

Prometi nas outras dezenas de cartas que te escrevi “esta é a última”, mas voltei a escrever-te depois e sou somente uma nota daquela nossa canção que já te cansaste de escutar, então não vou mentir, não sei quando te escreverei novamente, não sei se tens lido todas as outras, mas esta não será a última, porque não encontro forma de parar de te escrever, se o amor que habita em mim não para de crescer.

Desculpa-me por todas as chamadas que não fiz e pelas mensagens que apaguei sem enviar. Espero que saibas que o meu coração te liga todos os dias.

Desta que te ama mais do que tudo no mundo, desta que daria a vida por mais um dia nos teus braços e um caloroso sorriso nos teus lábios fundido na volúpia dos meus…

Parabéns meu amor…

P.S. Serás sempre um pedaço de mim. Amo-te.

 

PORLetícia Brito
Partilhar é cuidar!

PELA WEB

Loading...