Para A Minha Irmã!!!

Para a minha irmã, o título lembra-te algo, estou certa? Aquele filme que assististe incansavelmente, aquele filme que toca no mais intimo de nós e amolece os corações mais duros.

Para a minha irmã, é o título desta carta que te escrevo agora.

Não sou a Anna nem tampouco fui inseminada artificialmente para te salvar, mas nasci graças a ti que consumiste os pais porque querias ter uma irmãzinha mais nova.

Por isto e por muito mais, hoje quero agradecer-te.

Obrigada, pois foi do teu sonho, que nasci.

Obrigada, pois foi seguindo os teus passos, que aprendi.

Obrigada, pois foi dormindo contigo todas as noites, que enfrentei o medo do escuro.

Obrigada, pois foi espelhando-me em ti, que cresci.

Nao o digo com frequência, mas espero que saibas do mais profundo do meu peito: Amo-te.

Amo-te muito e saber que nao voltarei a ser acordada aos berros, contigo a chamar-me preguiçosa e a mandar-me arrumar a minha parte da casa, me dói e dói muito.

Amo-te muito e saber que terei de lidar com a distancia e serei separada de ti por um oceano, me faz repudiar-me e sentir raiva de mim mesma por todas as vezes em que te aborreci e nao dei o braço a torcer e disse o quanto te amava.

Amo-te muito e saber que nunca mais serei acordada aos berros e no lugar de tudo isso, terei de te dar um bom dia através da tela de um computador, me dói e dói muito.

Amo-te muito e vais fazer-me tanta falta, e ao contrário do que pensas, nao é pelos bens materiais com que me presenteavas ou por ligares a internet à noite, é porque te amo com todo o meu ser. O amor mais puro, mais singelo, mais verdadeiro.

Amo-te muito e trocaria tudo para que ficasses comigo. Mas também te amo o suficiente para querer acima de tudo a tua felicidade. O amor é isso nao é? Querer o bem do outro mesmo que isso nos deixe por dentro em pedaços.

É, quero que sejas feliz! Que lutes pela família que construíste, que vivas com o coração cheio de felicidade pura! Porque já a outra dizia na música… “se há um mar que nos separa, vou secá-lo de saudade e apertar-te contra o peito”.

Então lê bem isto:

Amo-te e antes que vás, vem aqui ao meu quarto, acorda-me com o som do aspirador, chama-me preguiçosa. Resmunga comigo, faz chantagem emocional e deixa-me irritada.

Amo-te e antes que vás, vem aqui ao meu quarto, acende a luz quando eu estiver prestes a dormir, só para me irritares e fazermos uma guerra de almofadas uma última vez.

Amo-te e antes que vás, abraça-me sem pressa, sem demora, embala-me no seio dos teus braços como quando eu era pequenina e diz que me amas também.

Amo-te e espero que saibas: onde quer que vás, o meu coração vai contigo!


PELA WEB

Loading...