Palavras sábias de um ser decrépito!

Palavras sábias de um ser decrépito dirigidas à estupidez do povo português a demonstrações de gratidão em épocas especificas.

Sim, isto é para ti otário de m*rda, que passas um ano inteiro a agradecer ao governo português. Sim, apesar de um agradecimento irónico, é um agradecimento igual. Convenhamos que na política o QI dos mesmos não sabe diferenciar a ironia da realidade.

Continuando…
Agradeces a recessão, o aumento do desemprego, o facto de os teus progenitores não te conseguirem dar mesada para a estoirares na ganza, e nem sequer é de qualidade, mais parece knorr em saldos no Pingo Doce. Agradeces ao governo por isso.

(Na parte da ganza se calhar deveria referenciar a Odete Santos, mas é melhor não o fazer, poderá haver algum problema de mau entendimento no futuro. Provavelmente após uma pedra das 15:35).

Adiante, agradeces também à CP por te dar greves nos melhores timmings mesmo para faltares à escola ou ao trabalho. Apesar de já o fazeres mesmo que as greves não existam.

Agradeces aos meios de comunicação por te trazerem enredos prolongados onde toda a gente sabe que no final eles vão ficar juntos. Nomeadamente refiro-me as novelas portuguesas, copiadas do estrangeiro. (Ups, a única mulher não foi, desculpem ai, fãs do kizomba e de músicas com letras sem sentido.)

Obviamente que estou de acordo contigo, deverás perder 365 dias (às vezes 366) da tua vida a agradecer por isso tudo. Agradeceres ao teu dealer por vender caldo knorr a preço de ganza. Ao governo português por te deixar na miséria. À CP por te ajudar a teres uma desculpa para dizer aos teus pais quando chumbares um ano por faltas. Até estou de acordo perderes, quê? 5 minutos à procura duma imagem de bombeiros para lhes dares o teu falso agradecimento porque fica bem. Está na moda. Agradecer no verão a alguém que faz mais por ti em 1 dia do que os grandes lá da assembleia, fazem em 3 anos.

Deixa-te de hipocrisias, não te lembres que os soldados da paz existem quando se fala deles na televisão. Não lhes agradeças quando, se for preciso, tu estás te nem ralado para o trabalho deles, porque tu nem sabes o que eles fazem ou passam no meio de um incêndio. Sim, porque tu sabes a tua rotina diária. Acordar, *marotices a solo*, fumar uma, dormir. (deves levar com algo pelo meio, mas não poderei referir isso pois se fores partilhar isto, tens família no facebook e não quero que os teus pais saibam que andas a fazer marotices.)
A rotina de um soldado da paz, é acordar e esperar chegar a casa ao fim do dia. É ir para um incêndio e rezar para que não faleça por lá.

Já tu, vês fogo e só pensas, fogo.. Devia ter ido ao Pingo Doce aproveitar os saldos para comprar 1 frango.

Eu para agradecer não preciso de o dizer a toda a gente só para ficar bem no feed de notícias do mural. Eu se quiser partilhar algo partilho seios e não falsos agradecimentos.

Resumindo, baralhando e concluindo.
Única coisa que agradeço publicamente e com agrado, é saber que as leggins push-up continuam a ser produzidas e compradas em massa. E nem sequer me importo de ouvir kizomba se puder ver garotas jeitosamente avantajadas na traseira dançando com esse produto.

Cumprimentos,
um ser decrépito, que está nem se importando para a vossa hipocrisia.


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...