Palavras que nunca te direi.

Sentada à algumas horas, especada a olhar para o ecrã do computador à espera que as palavras simplesmente surjam, sobre as mil e uma coisas que tenho para te dizer. Será falta de coragem, será medo, não sei bem o que é, mas é algo.

Basta me lembrar do teu nome que me vêm á memória milhares de pensamentos, e com isto vem uma lágrima no canto do olho. Pelas coisas que vivemos e pelas que deixámos de viver, pelo passado que vai lá atrás e sem caminho no futuro. Será possível?

Sentir ódio e amor ao mesmo tempo? Sinceramente… Qual será o pior? O ódio por termos deixado tudo para trás e continuar a amar-te? Ou simplesmente porque te odeio mas ainda te amo? Pois. É complicado, também não me percebo. Posso sentir tudo como posso não sentir mais nada, nem eu sei.

Sim é verdade, tenho medo do futuro, medo de não te encontrar, medo de não te voltar a ter. Mas isto assim, será que é maneira de viver? Algo incerto, algo não planeado.

Será que as correntes sopram a nosso favor? Teremos de lá chegar para descobrir.


RELACIONADOS




PELA WEB

Loading...